Região com 10,3 milhões de euros para novos projectos e reforço de outros

0
668

A Região de Leiria vai beneficiar de mais 10,3 milhões de euros do Programa Operacional da Região Centro (Centro 2020) para novos projectos e reforço de outros, anunciou a Comunidade Intermunicipal.
Numa nota de imprensa, a Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL) informa que o Centro 2020 “aprovou 10,3 milhões de euros para projectos intermunicipais e municipais” neste território, de que fazem parte os municípios de Alvaiázere, Ansião, Batalha, Castanheira de Pêra, Figueiró dos Vinhos, Leiria, Marinha Grande, Pedrógão Grande, Pombal e Porto de Mós.
“Os investimentos agora aprovados financiam acções de regeneração urbana, educação, capacitação, eficiência energética, património e apoio em áreas empresariais”, refere a nota, explicando que as candidaturas aprovadas dizem respeito a 15 projectos, que “representam uma comparticipação de fundos europeus de cerca de nove milhões de euros”.
Segundo a CIMRL, “foi também reforçado o financiamento em três candidaturas já anteriormente aprovadas, num montante de 300 mil euros”.
Um dos projectos agora aprovados corresponde ao financiamento da fase II do Plano Integrado Inovador de Combate ao Insucesso Escolar (PICIE), “uma acção intermunicipal que representa um montante de 1.554.815,58 euros, apenas para a segunda fase”, traduzindo-se “num investimento global de 4,1 milhões de euros”.
A CIMRL salienta que com esta iniciativa “pretende dar continuidade ao trabalho iniciado em 2017/2018, através da valorização da experiência já adquirida, quer ao nível da articulação das intervenções das equipas multidisciplinares do PICIE com as escolas, as equipas multidisciplinares de apoio à educação inclusiva e as comunidades envolventes ao contexto escolar, quer no reforço e uniformização de procedimentos e metodologias de carácter intermunicipal, fortalecendo a orientação para os resultados já alcançados”.
À agência Lusa, o presidente da CIMRL, Gonçalo Lopes, destaca a aprovação desta candidatura, assinalando que este programa de combate ao insucesso escolar “viu reforçado o seu financiamento e prolongamento”.
“Trata-se de um verdadeiro programa de dimensão regional, com resultados evidentes no sucesso escolar”, observou Gonçalo Lopes, também presidente da Câmara de Leiria, realçando ainda o trabalho das “equipas multidisciplinares que trabalham no território e, principalmente, nas escolas do 1.º, 2.º e 3.º ciclos”.
Quanto aos projectos municipais, “os apoios concedidos destinam-se a investimentos maioritariamente em intervenções em espaço público, mobilidade suave e operações de regeneração urbana que são determinantes para qualificar os territórios, dotando-os de infraestruturas e projectos que melhoram os serviços à disposição das populações”, acrescenta a CIMRL.
Dos projectos agora aprovados pelo Centro 2020 na Região de Leiria, os maiores investimentos são nos municípios de Leiria (requalificação da envolvente à Avenida Heróis de Angola, na sede do concelho) e Porto de Mós (Área de Localização Empresarial), ambos com cerca de 1,6 milhões de euros.
Seguem-se o Mercado Municipal de Leiria e o Plano de Acção de Mobilidade Sustentável + Acesso de Ansião, na ordem dos 1,2 milhões de euros cada.
O Programa Operacional da Região Centro, para o período 2014-2020, “tem como base uma estratégia de desenvolvimento regional partilhada e construída através de uma forte mobilização de todos os parceiros regionais”, segundo o sítio na Internet www.centro.portugal2020.pt.
Para este período, o Centro 2020 conta com “uma dotação de 2.155 milhões de euros, dos quais 1.751 milhões de euros do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional e 404 milhões de euros do Fundo Social Europeu”.
A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro integra as comunidades intermunicipais Viseu Dão Lafões, Região de Aveiro, Beiras e Serra da Estrela, Região de Coimbra, Região de Leiria, Médio Tejo, Beira Baixa e Oeste, abrangendo uma centena de municípios.
LUSA