Pombal manifesta “total disponibilidade” para acolher atletas ucranianos

0
1227

O Município de Pombal manifestou hoje “total disponibilidade” para acolher e apoiar atletas ucranianos.

Numa nota de imprensa, a autarquia expressa a sua “total disponibilidade para acolher e apoiar os atletas ucranianos, refugiados ou residentes em Portugal, para realizar treinos e estágios em infra-estruturas desportivas do concelho”. A Câmara Municipal assegura o “alojamento, alimentação e equipamentos”.

A iniciativa, “articulada com entidades e clubes desportivos do concelho, foi transmitida aos comités olímpicos de ambos os países e ao Instituto Português do Desporto e Juventude, entre outros organismos”, adianta a edilidade.

Esta medida faz parte de um “plano de acção que o município está a preparar de apoio à comunidade ucraniana”, não só à residente no concelho, mas também com vista a “acolher e integrar os seus familiares, amigos e refugiados”.

Para o presidente da Câmara Municipal, Pedro Pimpão, a iniciativa pretende “reforçar a solidariedade de Pombal com o povo ucraniano, que está a atravessar uma das fases mais difíceis da sua que é a nossa história”.

Com o mesmo objectivo, na passada segunda-feira, foi enviado um camião solidário com bens e alimentos, com destino à fronteira da Polónia com a Ucrânia. O envio destes produtos, cuja recolha contou com a colaboração da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Pombal, entidades, instituições e empresas, foi o culminar de uma campanha que apelou à solidariedade dos pombalenses, que também já se manifestaram numa vigília pela paz na Ucrânia.

A campanha, em conjunto com todas as juntas de freguesia e focada essencialmente na recolha de medicamentos, material médico e produtos de higiene pessoal, prossegue até ao próximo domingo, para o envio de um novo carregamento na próxima segunda-feira.

Refira-se que no âmbito do acolhimento e integração de cidadãos ucranianos, o município criou “um grupo de trabalho multidisciplinar, que irá implementar uma série de acções que passam pela disponibilização de alojamentos de emergência, apoio administrativo e legalização, ensino de língua portuguesa para ucranianos, apoios de âmbito social, entre outros”. Este trabalho será promovido em conjunto com todas as juntas de freguesia, uniões de freguesia e comissões sociais de freguesia.

Para já está disponível uma linha de apoio (236 210 578) e um email (sosucrania@cm-pombal.pt) para prestar informações e apoio psicossocial a todos os cidadãos ucranianos que necessitem.

Além disso está a ser criada uma bolsa de emprego, em articulação com as associações empresariais dos diversos sectores, com as várias ofertas disponíveis.

Carina Gonçalves | Jornalista