Pombal desliga luzes de edifícios num gesto de sensibilização contra as alterações climáticas

0
792

Numa tomada de posição contra as alterações climáticas, a Hora do Planeta desafia a apagar as luzes por 60 minutos. A Câmara Municipal de Pombal vai associar-se, mais uma vez, à iniciativa da WWF/ANP e convida todos os munícipes, empresas e instituições a fazerem o mesmo este sábado (dia 26), entre as 20h30 e as 21h30.

Os edifícios e monumentos mais simbólicos da cidade de Pombal vão ficar às escuras este sábado, entre as 20h30 e as 21h30. As luzes do edifício dos Paços do Concelho, do Museu Marquês de Pombal, do Celeiro do Marquês, da Torre do Relógio Velho, da Ponte D. Maria e do Castelo de Pombal são desligadas “num gesto de sensibilização para o combate às alterações climáticas e em promoção de um melhor ambiente para as futuras gerações”, informa a autarquia numa nota de imprensa.

Este ano, o movimento tem como o lema “Restauro da Natureza” e pretende alertar para a importância da recuperação dos recursos naturais no combate às alterações climáticas. Seguindo o mesmo tema, o Município de Pombal “prossegue com o seu compromisso de implementar, durante o actual mandato autárquico, o programa ‘Reflorestar Pombal’ que consiste na plantação de mais de 20 mil árvores/arbustos autóctones, bem como a realização de várias acções de controlo de espécies vegetais exóticas invasoras no sistema dunar da praia do Osso da Baleia”, salienta a edilidade.

Apesar de se tratar de uma acção simbólica, “a adesão do município à iniciativa da WWF/ANP, além de contribuir para a sua afirmação como uma entidade impulsionadora de boas práticas ambientais, também permitirá alertar os munícipes para a problemática das alterações climáticas, para a necessidade premente de impulsionar o ‘restauro dos ecossistemas’ e incentivar os mesmos a implementar boas práticas no seu quotidiano”, refere a mesma nota.

De salientar que a Hora do Planeta consiste num movimento de sustentabilidade global com mais de 3,5 mil milhões de pessoas em 192 países e territórios, contra as alterações climáticas.