“PlayDay” desafia as crianças a brincar na rua

0
281

A Ludotempo – Associação de Promoção do Brincar, em parceria com a Câmara de Pombal, vai promover na próxima quarta-feira, 1 de Maio, um “PlayDay” no âmbito do projecto Brincar de Rua. O objectivo irá proporcionar “uma manhã que dá espaço e liberdade às crianças para brincar sem pressas e sem imposições do adulto, sempre ao sabor da imaginação”.


Com início agendado para as 10h00 no Jardim do Cardal, em pleno centro da cidade, o “PlayDay” é um momento de reunião de crianças e famílias. “Para além das brincadeiras que existirão no espaço, cada criança deve trazer um brinquedo ou jogo não digital para partilhar, ou simplesmente explorar”, refere a organização, frisando que estarão presentes “alguns adultos voluntários”.
A iniciativa surge depois de, na passada semana, ter sido realizada em Pombal uma sessão de esclarecimento sobre o projecto Brincar de Rua, um programa de inovação social que permite que as crianças voltem a brincar na rua de forma livre e em segurança. “Este é um projecto de ‘micro-comunidade’, que pretende desenvolver nas crianças competências pessoais e sociais através do ‘brincar livre’, para além de devolver aos pais a percepção de segurança das ruas e o sentimento de comunidade nos bairros”, anunciou a Câmara Municipal.
O Brincar de Rua é uma iniciativa promovida pela Ludotempo – Associação de Promoção do Brincar, sediada em Leiria, que foi reconhecida pela Fundação Calouste Gulbenkian como um os dez melhores projectos nacionais de 2016, e pela Fundação Bissaya Barreto, como vencedora do prémio Nuno Viegas Nascimento 2018.

Partilhar
Artigo anteriorJovem pombalense destaca-se no mundo da ‘cocktailaria’
Próximo artigoXadrezistas levaram “Conhecer Pombal à boleia de um xeque-mate” à Queima das Fitas
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.