Ofereça um postal solidário neste Natal

0
1512

Criada em 2017, em Pombal, por um grupo de amigos, alguns dos quais foram voluntários em países africanos, a Associação Mozvision tem baseado a sua actuação na ajuda a famílias e crianças moçambicanas. A premissa é de que todo o ser humano vivo tem direito a uma educação adequada, alimento básico e a uma vida digna. E é por isso que o apoio que tem dado não se resume a produtos alimentares. Tenta também criar condições para que as pessoas criem pequenos negócios que ajudem a sustentar as famílias ou até fornecer sementes para que possam cultivar os seus alimentos.

Nesta época natalícia, a Mozvision acaba de lançar uma nova campanha solidária que apela à generosidade dos pombalenses para que ofereçam uma prenda diferente e, com esse gesto, façam a diferença na vida de alguém.

O valor deste postal vai contribuir para a compra de um kit de material escolar, mas há outras opções

A presidente da Mozvision, Carla Domingues, deixa a sugestão. “Muitas vezes temos dificuldades em saber o que oferecer e acabamos por dar algo que nem sempre é útil. Ao comprar estes postais sabe que está a ajudar alguém”, afirma.

A pombalense Carla Domingues é a presidente da MozVision

A ideia é simples. A associação pediu a crianças de Lichinga, a cidade onde estão a actuar neste momento, que fizessem desenhos e depois seleccionou cinco deles. Da veia artística da Laice, do Gilsone, do Anselmo, da Dércia e da Milda foram produzidos sete postais de Natal que trazem um presente associado. Por seis euros pode adquirir o postal que irá oferecer um kit de material escolar a uma criança ou por sete euros poderá dar um lanche a uma criança durante um mês. Se optar pelos postais de oito euros, tem a possibilidade de oferecer uma mochila ou um par de sapatos. Tem ainda um postal que irá dar um uniforme escolar a uma criança de Lichinga (10 euros), um outro que traz sementes e alfaias agrícolas para ajudar no sustento de uma família (13 euros) e, por fim, o postal de 50 euros que permitirá iniciar um pequeno negócio. A ideia com estes últimos postais, segundo Carla Domingues, é “dar condições às famílias para que consigam ser auto-sustentáveis. É dar-lhes asas para eles voarem”. A Mozvision já entregou cabazes de comida a 22 famílias e Carla Domingues tem a certeza que essas famílias acabaram por ajudar outras. Este ano já contribuíram para a criação de três pequenos negócios, através de um micro-crédito. “Damos o valor inicial e as pessoas têm que devolver metade desse valor num período de tempo estipulado”, diz a presidente da Mozvision, garantindo que as pessoas têm devolvido o dinheiro e que, a partir daí, ajuda-se outra pessoa.
Para adquirir os postais pode contactar a Associação Mozvision através da sua página de facebook ou enviar o seu pedido para o mail: mozvisionassociation@gmail.com. As crianças e as famílias pobres de Lichinga por certo que lhe irão agradecer com aquilo que de mais bonito terão para lhe dar. O seu sorriso.

Partilhar
Artigo anteriorConcelho entrou hoje num nível de risco mais baixo e com bons indicadores nos números
Próximo artigoBANKINTER com soluções à medida das necessidades dos clientes de Pombal
Biólogo Marinho de formação e pós graduado em Turismo de Natureza, nunca exerceu profissionalmente em qualquer uma das áreas. Há uns bons anos iniciou-se nas lides radiofónicas e esse bichinho ainda hoje perdura. O gosto que tinha pelo Cinema, desde tenra idade, foi apurado nos tempos universitários e, por estes tempos, não passa um dia sem ver, no mínimo, um filme. Não perguntem qual o seu preferido pois o gosto pode variar consoante a hora. Balança de signo, mas Leão de coração, gosta de viajar e ambiciona conhecer os quatro cantos do mundo. Mas quem não sonha com o mesmo?