Museu particular do Barrocal assinalou um ano

0
883
O mentor do projecto com a esposa, filhas e netos

Cerca de uma centena de convidados, entre familiares e amigos, participaram, no dia 10 de Junho, na comemoração do primeiro aniversário do museu etnográfico de Manuel Martins, no Barrocal. À festa estiveram também associados os aniversários da filha mais nova do anfitrião, Rosália, e de um dos netos, Filipe, num convívio que se prolongou durante a tarde e noite do feriado.
Apresentado oficialmente em Maio de 2018, o espaço etnográfico foi impulsionado por Manuel Gomes Martins, dando uma nova vida à casa que outrora pertenceu aos seus pais. Com um vasto espólio que retrata o quotidiano de gerações passadas, o museu é uma viagem ao passado, com peças que fazem parte das vivências de Manuel Martins, a que se juntam as muitas que foi recolhendo e preservando ao longo dos anos, fruto da actividade profissional, na área da construção civil, e das ligações ao campo. Há livros, moedas e notas antigas, alfaias agrícolas, objectos decorativos e utilitários, mas ali não faltam, também, as muitas peças esculpidas pelas mãos do proprietário.
O projecto nasceu da vontade de Manuel Martins dar um novo rumo aos seus dias, a partir do momento em que os problemas de saúde lhe bateram à porta e o obrigaram a afastar-se da azáfama profissional. Com a medicação a fazer parte das rotinas, e sem resultados visíveis, Manuel Martins descobriu na dedicação ao museu e à elaboração de peças com a sua assinatura a melhor terapia para ultrapassar os dissabores que os problemas de saúde lhe trouxeram.
O espaço está aberto a quem o queira visitar, mediante aviso prévio, e tem vindo a despertar um crescente interesse junto daqueles que querem saber mais sobre o passado, muito em particular a comunidade escolar. Recentemente, o proprietário esteve na escola Marquês de Pombal, onde falou a uma turma do 7º C sobre o projecto, e já recebeu, também, a visita da delegação de Pombal da Alzheimer Portugal.