Município de Pombal quer cedência de património do Estado

0
906

O Presidente da Câmara Municipal de Pombal reuniu no passado dia 20 de Fevereiro com o subdirector geral do património, Bernardo Soares, na Direcção-Geral do Tesouro e das Finanças (DGTF), com o intuito de apreciar a transferência da gestão de património do Estado para o Município.

Segundo Diogo Mateus, foi demonstrada abertura para que seja feita a cedência do Castelo de Pombal, reconhecendo-se haver localmente condições para fazer um trabalho de intervenção, que não seria possível por parte do Estado.
Também em relação à Torre do Relógio Velho, cuja intervenção deverá iniciar brevemente, há intenção de passar a ser gerida pelo Município.  Quanto ao edifício da antiga Escola Conde Castelo Melho,r será alvo de uma avaliação, com vista a determinar o seu valor patrimonial, que estará na base das condições negociais para venda deste património ao Município de Pombal, que coloca a possibilidade de aí serem as instalações da Polícia de Segurança Pública.