Mozvision lança crowdfunding para ajudar 43 moçambicanos

0
533

O clima de guerra que se vive no norte de Moçambique já terá originado mais de um milhão de deslocados. A população tenta fugir da zona de Cabo Delgado e procura refúgio noutras cidades moçambicanas, como é o caso de Lichinga. É aí que actua a associação pombalense Mozvision, que acaba de lançar uma campanha com vista a ajudar um grupo de 43 pessoas, deslocadas de Cabo Delgado, que estão a passar por enormes dificuldades.
O grupo é formado por 43 pessoas, 19 das quais são crianças.

Segundo a presidente da associação, Carla Domingues, estas pessoas estarão a viver todas numa casa sem quaisquer condições. “Tem paredes, janelas e telhado. De resto, não tem mais nada”, diz. São deslocados que chegaram de mãos vazias e têm recebido escasso apoio de pessoas do bairro. O objectivo da Mozvision é conseguir ajudar com a compra de comida, mantas, colchões, baldes, panelas e lenha, entre outras coisas, para tentar melhorar as condições de vida de quem deixou tudo para trás. A chegada do Inverno, que começou agora, é mais um motivo de preocupação e Carla Domingues garante que “eles precisam de ajuda agora”. Por isso, a Mozvision já adiantou algumas verbas para suprir necessidades urgentes.
A campanha de crowdfunding estipula o objectivo de angariar dois mil euros até ao dia 20 de Agosto e, quem quiser contribuir, pode aceder à página de facebook da Associação Mozvision onde encontra mais informações. Pode também fazer chegar o seu donativo através de transferência bancária. A associação tem a contabilidade organizada e passa recibo a particulares ou empresas que queiram entregar o seu donativo.

Partilhar
Artigo anteriorPrograma de João Paulo Vaz junta música, entrevistas e solidariedade
Próximo artigoGaufres d’Ulisses adoçam o Bodo de Pombal há 28 anos
Biólogo Marinho de formação e pós graduado em Turismo de Natureza, nunca exerceu profissionalmente em qualquer uma das áreas. Há uns bons anos iniciou-se nas lides radiofónicas e esse bichinho ainda hoje perdura. O gosto que tinha pelo Cinema, desde tenra idade, foi apurado nos tempos universitários e, por estes tempos, não passa um dia sem ver, no mínimo, um filme. Não perguntem qual o seu preferido pois o gosto pode variar consoante a hora. Balança de signo, mas Leão de coração, gosta de viajar e ambiciona conhecer os quatro cantos do mundo. Mas quem não sonha com o mesmo?