Os Campeonatos Nacionais de Jovens de Semi-rápidas levaram 270 xadrezistas ao Pavilhão Gimnodesportivo das Meirinhas, em Pombal, numa demonstração de saúde do xadrez jovem no nosso país.
Nestes primeiros campeonatos da época de 2019/2020 estavam em disputa 14 títulos individuais, sete absolutos e sete femininos, das categorias de Sub-20 a Sub-08.
Os títulos foram distribuídos por oito clubes diferentes, numa boa demonstração da variedade geográfica dos novos campeões. Assim, a Académica de Coimbra, a Escola de Xadrez do Porto e o Clube de Xadrez do Colégio Português conseguiram dois títulos cada, enquanto Estrelas de S. João de Brito, Santoantoniense, GD Dias Ferreira, Fórum Airão São João, CCD Corvos do Lis, Academia de Xadrez de Gaia, GD Ferroviários do Barreiro e FC Barreirense tiveram um campeão cada um.
Ao nível colectivo, no entanto, quem sorriu mais foram as equipas do GD Ferroviários do Barreiro em termos absolutos e a Escola de Xadrez do Porto no feminino, que conquistaram os respectivos títulos. No sector absoluto, o pódio ficou completo com a Escola de Xadrez do Porto (segundo) e o CCD Corvos do Lis (terceiro). No feminino, o CX Colégio Português foram segundos, tendo o FC Barreirense fechado o pódio. Ao todo, participaram 47 equipas nestes grandes torneios do pavilhão das Meirinhas, estrutura que acolheu os Campeonatos Nacionais de Jovens de Semi-rápidas pela segunda vez consecutiva.
Nos diversos campeonatos imperou a lei dos mais fortes, não se verificando grandes surpresas ao nível dos nomes dos novos campeões, habituais figuras do xadrez jovem português.
A competição dos Sub-20 foi a única a realizar-se no sistema de todos contra todos, pois participaram nove jogadores. João Pedro Fernandes (Académica) impôs-se no torneio, com 7,5 pontos, à frente de Rita Jorge (Estrelas de S. João de Brito), que juntou o segundo lugar absoluto ao título feminino.
Nas outras competições jogaram-se sete rondas, em sistema suíço, tendo a prova de Sub-12, com 68 jogadores, sido a mais participada. Seguiram-se os Sub-14, com 53, e os Sub-10, com 51.
Para a entrega dos prémios, o evento contou com a presença de Diogo Mateus, presidente da Câmara Municipal de Pombal, que aproveitou a oportunidade para lançar um desafio à Federação Portuguesa de Xadrez, no sentido de situar o Centro de Alto Rendimento da modalidade no concelho.
A Associação de Xadrez Oficina Criativa de Pombal marcou presença no evento, com três elementos a integrarem a equipa de arbitragem, e com três jovens jogadores, Lourenço Dias, Fábio Trino e Flávio Henrique, tendo os dois últimos realizado o seu baptismo em provas oficiais.