Meirinhas assinala 1º de Dezembro com percurso pedestre, xadrez e jazz

0
763

A Junta de Freguesia de Meirinhas vai assinalar o Dia da Restauração da Independência de Portugal, que se comemora a 1 de Dezembro, com um conjunto de actividades diversificadas. O programa começa com a inauguração da Rota das Fontes, cujo projecto foi desenvolvido pelo anterior executivo.
A comemoração do 1.º de Dezembro “é um compromisso pasmado no nosso programa eleitoral”, explicou o presidente da Junta, considerando que se trata de uma “data muito importante para a portugalidade, que temos de sublinhar enquanto povo e nação”. Por essa razão, a Junta de Meirinhas pretende “continuar a assinalar esta data e desafiamos todos os portugueses a comemorá-la também”. Afinal, foi neste “dia que restaurámos a nossa independência, logo este é o verdadeiro dia da liberdade da nação portuguesa”.
Para comemorar a efeméride, a Junta de Freguesia propõe um conjunto de actividades que reflectem as apostas deste executivo, nomeadamente o pedestrianismo, o xadrez e a cultura.
Assim, as comemorações arrancam, às 9h00, com a inauguração da Rota das Fontes e uma caminhada por este percurso, que termina com um convívio no Salão das Colectividades.
A tarde é dedicada a aprender a jogar xadrez com quem sabe, num serão que acontece na antiga escola primária, a partir das 15h00. O xadrez é mais uma das apostas deste executivo, uma vez que “é um desporto muito importante para o desenvolvimento dos jovens”, sublinhou João Pimpão, que tenciona “incentivar os jovens a praticar esta modalidade”.
O programa termina, às 18h00, no Salão das Colectividades, com música através de um concerto do Projecto Jazz, o qual evidencia a “aposta na cultura”, destacou o autarca, que propõe “trazer a Meirinhas um estilo de música diferente” ao que por ali tem passado. Afinal, o compromisso é mesmo esse: “diversificar a nossa oferta cultural de modo a oferecer às pessoas actividades diferentes e produtos de qualidade”.

ROTA DAS FONTES
A Rota das Fontes, que é inaugurada a 1 de Dezembro, é um “percurso predominantemente rural”, que “passa por sítios muito belos da nossa freguesia” e os quais “queremos dar a conhecer”, explicou o presidente da Junta.
Com início na Igreja Paroquial das Meirinhas, a Rota das Fontes é um percurso circular, com a extensão de quase nove quilómetros, que pode ser feito em ambos os sentidos. O itinerário atravessa o campo e a floresta com passagem por cinco fontes que dão o nome a este percurso.


Além de passar pelas fontes do Monte, do Castanhal, da Hortinha, do Vale das Figueiras e do Palão, a rota tem também passagem por onde outrora funcionou um lagar de azeite e onde está contada a sua história.
Ao longo de todo o caminho, a ligação com a natureza é uma constante com destaque para a passagem pela margem do rio Cabrunca e para os diversos trilhos dentro da floresta, como o trilho do Vício e do Forno. O percurso passa ainda por três parques de merendas.

Carina Gonçalves | Jornalista

*Notícia publicada na edição impressa de 25 de Novembro