Luzes de Natal acendem-se hoje para dar brilho à cidade

0
1284

Começa hoje mais uma edição do “Natal na Cidade”, uma iniciativa da Câmara Municipal que se prolonga até dia 6 de Janeiro e que pretende “trazer ao coração da cidade uma maior vivacidade natalícia”.

Com um orçamento de 25 mil euros [em 2014 foi de 17 mil euros], o programa deste ano tem previstas 800 horas de animação, um acréscimo no número de actividades [36] e de zonas com decoração de rua, bem como iluminação espalhada pelo menos por 12 artérias da cidade.

A mudança do local de realização do “Mercado de Natal” é uma das grandes novidades do programa que esta sexta-feira abre portas. A iniciativa deixa o edifício do mercado municipal e passa para a tenda agora instalada no Jardim do Cardal. Aquele que é considerado pela vereadora da Cultura e Turismo como um “espaço de oportunidade para os artesãos e produtores locais poderem expor e vender os seus produtos”, vai decorrer já este fim-de-semana, dias 5 e 6, mas regressa nos dias 12 e 13. A mudança de local permitiu estender a iniciativa por mais dias, respondendo assim “aos pedidos e anseios dos munícipes”. “Dá mais tempo e concentra o Mercado durante dois fins-de-semana”, assume Ana Gonçalves.

O Mercado de Natal conta com a participação de cerca de 80 expositores, entre artesãos, produtores ou criadores e instituições de solidariedade, distribuídos por uma área coberta de 110 metros quadrados.

Outra das grandes novidades da edição deste ano do “Natal na Cidade” é a abertura das lojas até às 22h00, um desafio que, de acordo com a vereadora, foi lançado aos comerciantes, “permitindo assim que, com a animação, as pessoas fiquem mais tempo na rua e possam realizar as suas compras até mais tarde”.

Para hoje o destaque vai para os concertos “O Carrilhão Lusitano”, marcados para as 17h30 e 21 horas, no Largo do Cardal. Nas palavras da autarquia, este é o segundo maior carrilhão itinerante do mundo, composto por 63 sinos e com um peso bruto de 15 toneladas. Foi construído na Holanda e faz-se transportar num camião com 11 metros de comprimento.