Karen Grigoryan vence 10.ª edição do Open Marquês de Pombal.

0
143

Decorreu entre os dias 10 e 13 de Outubro de 2019, a 10.ª edição do Open Internacional Marquês de Pombal que este ano integrou pela primeira vez o circuito de provas da Federação Portuguesa de Xadrez (Portugal Chess Tour). A competição realizou-se no Celeiro do Marquês e contou com a presença de 61 xadrezistas. O ritmo de jogo de 90+30, com a arbitragem a cargo de Carlos Ferreira.
O Grande Mestre (GM) Arménio Karen Grigoryan (GD Dias Ferreira), número um do rating inicial do torneio, confirmou o seu favoritismo vencendo a competição pombalense com a totalidade dos pontos (7,0 pontos), tendo dominado toda a concorrência e terminando com 1,5 pontos de vantagem sobre o segundo classificado, GM Daniel Campora, com 5,5 pontos, que acabou por garantir o segundo posto sobre o campeão do Mundo sub-14 no ritmo de semi-rápidas, Aspet Tadevosyan, beneficiando de um melhor critério de desempate.
A Associação de Xadrez Oficina Criativa de Pombal fez-se representar por quatro xadrezistas, destacando-se o 8.º lugar alcançado por Mário Correia. Completaram a equipa Micael Gomes, Joaquim Pereira e o jovem sub-12 Lourenço Dias.
No dia 12 de Outubro realizou-se o X Torneio Jovem do Marquês de Pombal com a participação de dois jovens promissores da AXOCP. Lourenço Dias, com a experiência adquirida na competição principal, não deixou fugir o primeiro lugar no escalão Sub-12. Por seu lado, Fábio Trino classificou-se em 3.º lugar no mesmo escalão, ambos os jovens xadrezistas pombalenses pontuaram para que a AXOCP conquistasse o 2.º lugar por equipas.
Após o torneio, o Director Nacional do Desporto Escolar, José Cavadas, presenteou os jovens xadrezistas com uma aula exclusiva, ao que se seguiu um lanche convívio para os jovens participantes do torneio e a respectiva entrega de prémios.
Jorge Barrento em jeito de balanço mostra-se muito satisfeito com a aceitação das inovações introduzidas ao longo destes anos, regendo-se pelo lema “Conhecer POMBAL à boleia de um xeque-mate”, que consiste em dar a conhecer o concelho, as suas gentes, a gastronomia, costumes, arte e tradições. São já muitos os xadrezistas que mostram curiosidade pelo trabalho a ser apresentado.
“Pombal como bela cidade que é, banhada por mar e serra começa a ser uma cidade de eleição para receber a fina flore da ilite Nacional e Internacional do Xadrez, acessibilidades fantásticas e geograficamente perfeitas”, daí o mentor deste projecto continuar a afirmar que “Pombal tem todas as condições para realizar um dos maiores torneios Nacionais e Internacionais”.
Durante os dias em que decorreu o Open, a organização levou a cabo diversas iniciativas culturais que mereceram bastantes elogios por parte dos participantes e dos respectivos acompanhantes. O elenco das “Intervenções Culturais”, ficou, este ano, a cargo de Leonel Mendrix, Joel Madeira e os “Visão Perfeita”.

Partilhar
Artigo anteriorPercevejo problemático detectado em Pombal
Próximo artigoEstrela Poiense dinamiza fim de semana gastronómico
Nasceu em 1985, estudou Comunicação Social na Escola Superior de Educação de Coimbra e participou num curso de formação em Jornalismo e Crítica Musical. Passa os dias a ouvir música, adora assistir a concertos e sonha viajar pelo mundo com uma mochila às costas.