Instalações de novos órgãos autárquicos concluída até terça-feira

0
1818
tomadas de posse
A cerimónia de instalação da nova Câmara e Assembleia Municipal realiza-se esta sexta-feira

Os diversos órgãos autárquicos do concelho de Pombal, resultantes das eleições de 1 de Outubro, deverão ficar todos instalados até à próxima terça-feira, dia 24. O ponto alto acontecerá pelas 18 horas de amanhã, sexta-feira, com a instalação nova Câmara e Assembleia Municipal, numa cerimónia a realizar no Teatro-Cine de Pombal.
A Câmara Municipal será presidida pelo social-democrata Diogo Mateus, reeleito para o segundo mandato, e irá contar com oito vereadores: Ana Maria Cabral, Pedro Murtinho, Ana Gonçalves e Pedro Brilhante (eleitos pelo PSD); Narciso Mota, Michael Mota António e Anabela Neves (eleitos pelo movimento Narciso Mota – Pombal Humano NMPH) e Jorge Claro, eleito pelo PS.
Já a Assembleia Municipal será constituída por 27 membros eleitos, para além dos 13 presidentes de junta de freguesia que assumem a função por inerência. O principal órgão autárquico do concelho terá quatro bancadas: PSD, NMPH, PS e Bloco de Esquerda.
Para a bancada da maioria (PSD) foram eleitos Maria Fernanda Guardado, João Manuel Coucelo, João Antunes dos Santos, Maria Adelaide Conceição, José Gomes Fernandes, Guilherme Gameiro Domingues, Andreia Marques, Manuel António Santos, Rui Acácio Santos, Nicolle Lourenço, Manuel Sobreiro Ferreira, Pedro Ferraz, Cláudia Sofia Duarte e Edgar Jacinto Domingues.
Por sua vez, o movimento independente NMPH elegeu Maria Ofélia Moleiro, António Pires da Silva, Maria Virgínia Magalhães, Manuel Freire Barros, Ana Lúcia Fonseca Ferreira e Diamantino de Sousa Mendes.
Na bancada do PS terão assento Célio Ferreira Fernandes, Patrícia Inês Carvalho, Carlos Gameiro Lopes e Manuel Lopes da Mariana.
A Assembleia Municipal integrará ainda Henrique Menezes Falcão e Ricardo Ferreira (eleitos pelo CDS-PP) e Célia Margarida Cavalheiro (eleita pelo Bloco de Esquerda).
Quanto às juntas de freguesia, a independente Ana Tenente foi a primeira a tomar posse, na noite da passada sexta-feira, dia 13, em Vila Cã. Para a noite da passada terça-feira estavam previstas as tomadas de posse de Humberto Lopes (PSD) e Pedro Silva (PSD) como presidentes das juntas de Almagreira e Carriço, respectivamente. Já ontem à noite, quarta-feira, terá sido a vez de Paulo Duarte (PS) ter tomado posse da presidência da Junta da Redinha.
Hoje, quinta-feira, assumirão o cargo os presidentes das freguesias das Meirinhas (Virgílio Lopes, PSD), Vermoil (Carlos Santos, PSD) e União de Freguesias de Santiago, São Simão de Litém e Albergaria dos Doze (Manuel Nogueira Matos, PSD).
No sábado, dia 21, será a vez de Gonçalo Ramos (eleito pelo NMPH) ocupar a cadeira presidencial da União de Freguesias da Guia, Ilha e Mata Mourisca (às 15 horas), enquanto à noite Sandra Barros, inicia um segundo mandato como presidente da Junta de Abiul, desta vez com as cores do PSD.
O social-democrata José Manuel Marques tomará posse como presidente da Junta de Freguesia do Louriçal no domingo, dia 22, às 18 horas. Na segunda-feira será a vez de Nelson Pereira (PSD) iniciar o seu segundo mandato na Junta de Freguesia da Pelariga.
No dia seguinte, terça-feira, acontecerão as tomadas de posse de Sílvio Santos (PSD) e Pedro Pimpão (PSD) nas juntas de Carnide e Pombal, respectivamente.

Partilhar
Artigo anteriorAcessos à praia do Osso da Baleia cortados devido a incêndios
Próximo artigoAna Bronze eleita presidente da associação de estudantes
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal”, quinzenário com o qual deixou de colaborar no final de Maio de 2020.