Equipa Cinotécnica já tem transporte para os cães

0
1329

A Equipa Cinotécnica dos Bombeiros Voluntários de Pombal cumpriu um dos seus objectivos ao conseguir um reboque para transporte de cães para as suas operações e actividades. Tal só foi possível com a realização de um sorteio e do contributo de várias entidades, empresas e amigos.

Paulo Simões, responsável por aquela Equipa, que se tem dedicado, essencialmente, à busca de pessoas desaparecidas, diz que aquele novo equipamento permitiu dotar o grupo de melhores condições nas suas deslocações, proporcionando maior conforto aos três cães especializados.

“O próximo passo poderá ser a aquisição de um jipe”, diz o bombeiro, que juntamente com outros três companheiros, constituem a Equipa Cinotécnica, criada desde há alguns anos na corporação.

Depois de uma formação especifícia obtida em Sintra, a Equipa Cinotécnica tem treinado os seus cães – um adquirido por um dos elementos e dois doados – em operações de busca e salvamento, nomeadamente em grandes áreas. No entanto, está a decorrer treinos no sentido de preparar os canídeos para operações de busca em escombros.

O novo equipamento de transporte, que veio colmatar uma das carências da Equipa, só foi possível mediante os fundos angariados com a venda de rifas para um sorteio de Natal, bem como com os apoios das juntas de freguesia da Redinha e Albergaria dos Doze, das empresas Redibrinde e A.M. Tintas, dos Amigos da 5ª Companhia (Oeste) dos Bombeiros Voluntários de Pombal e de José Manuel Pedrosa Ferreira, que apoiaram, em diversas formas, a construção do reboque.

Paulo Simões destaca, ainda, todo o apoio que lhes tem sido concedido pelo comando e pela direcção dos Bombeiros Voluntários de Pombal.

Orlando Cardoso

(Notícia publicada na edição nº48, de 22 de Janeiro)