EDP investe 1,8 milhões no projecto-piloto Louriçal

0
1716

A EDP Distribuição apresentou, esta sexta-feira, no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Pombal, o projecto-piloto Louriçal que pretende reduzir o número de interrupções no fornecimento de energia eléctrica quando causadas pela queda de árvores nas linhas de Alta e Média Tensão. Trata-se de um projecto de “vanguarda” exemplar na Europa.

Aquele projecto-piloto implica um investimento de quase 1,8 milhões de euros e vai contemplar cerca de 820 quilómetros de linhas nos concelhos de Pombal, Soure e Figueira da Foz. O objectivo principal passa por intervir, mediante acordos com os proprietários das áreas envolventes das respectivas faixas de protecção, “de modo a antecipar, prevenir e mitigar os riscos”.

A situação foi despoletada com a tempestade Gong, ocorrida em 2013, que após um estudo revelou que a região do Louriçal, “é uma das zonas mais vulneráveis aos eventos extremos, dado que combina a sua alta exposição com a existência de grandes cobertos florestais e solos instáveis”, referiu Silvestre Pereira, responsável pelo projecto.

De acordo com aquele responsável, a ideia é mitigar o risco da queda de árvores sobre as linhas, através da adequação do coberto vegetal. Ou seja, remover as espécies de grande porte que possam colocar em risco as linhas, substituindo-as por outras de crescimento menos rápido. Para o efeito, a empresa vai contactar cada um dos proprietários, apresentando-lhes propostas de compensação, no âmbito de um “processo claro e transparente” do tipo “pega ou larga”.

Para tal, a EDP Distribuição prevê trabalhar, em estreita articulação com a Câmara Municipal e as juntas de freguesia, no sentido de se realizar acções de sensibilização e de esclarecimento junto dos proprietários das áreas envolventes às faixas de protecção junto às linhas de Alta e Média Tensão.

Orlando Cardoso (texto e foto)

Notícia mais desenvolvida na próxima edição de papel