Dupla de árbitros pombalense entrou para o “quadro de elite da Federação Europeia de Andebol”

0
804
Os irmãos Roberto e Daniel Martins acreditam que a nomeação é também o reconhecimento da Federação Europeia pelo trabalho que desenvolvem

A dupla de árbitros de Pombal, Daniel e Roberto Martins, subiu mais um patamar na sua carreira. Desta feita, os irmãos Martins foram nomeados pela Federação Europeia de Andebol para arbitrar uma meia final da Liga Europa, que se jogou a 27 de Maio, em Flensburg, na Alemanha.
“Foi uma experiência fantástica”, contou ao Pombal Jornal Roberto Martins, sublinhando que a Liga Europa é “a segunda maior prova a nível europeu”, juntando em competição “as melhores equipas do mundo”.
“Já tínhamos arbitrado jogos da Liga Europa e da Liga dos Campeões, mas nunca tínhamos estado numa final four”. Portanto, “ao nível da nossa carreira, esta nomeação significa subir mais um patamar”, que permitiu à dupla pombalenses entrar para o “núcleo muito restrito de árbitros que fazem parte das final four”.
“Esta nomeação é também o reconhecimento da Federação Europeia pelo nosso trabalho, nomeadamente dos últimos anos, em que temos estado num nível muito bom”, salientou, adiantando que este ano foram nomeados para nove jogos a nível europeu (quatro da Liga dos Campeões, quatro da Liga Europa e um de apuramento de selecções para o Campeonato da Europa).
Posto isto, “o balanço [desta época] é extremamente positivo”, uma vez que subiram “mais um patamar” na carreira, o qual confirma “o reconhecimento e a confiança das instâncias internacionais” para “estarmos no quadro de elite da Federação Europeia de Andebol”.
Agora, “a nossa grande ambição é arbitrar uma final four da Liga dos Campeões”, confidenciou Roberto Martins, apontando ainda como pretensão a nomeação para arbitrar o Euro’24 de andebol, que se realiza na Alemanha.
Para isso, é fundamental uma preparação que inclui “treino psicológico” para “lidar com as exigências e adversidades do desporto de alta competição”, “preparação física”, um “rigoroso plano nutricional” e “análise de vídeo” dos jogos arbitrados pela dupla e das equipas internacionais a arbitrar.
Toda esta preparação é “feita individualmente, excepto as analises de vídeo e o treino psicológico que são feitas em conjunto”.
De referir que a carreira de arbitragem de Daniel Martins, 42 anos, e Roberto Martins, de 41 anos, tem mais oito épocas pela frente, pois a carreira dos árbitros termina aos 50 anos. No tempo que ainda têm pela frente, os irmãos Martins prometem “continuar a trabalhar arduamente para continuar a merecer a confiança dos responsáveis da arbitragem nacional e internacional”, de forma a “podermos estar presentes no máximo de finais possíveis” e “alcançarmos o pouco que ainda nos falta fazer para ter a carreira com que sempre sonhámos”.

1999
Ano em que Daniel e Roberto Martins iniciaram a carreira de arbitragem em Portugal

2010
Ano em que os irmãos Martins se tornaram árbitros internacionais

139
Número de jogos internacionais

40
Número médio de dias por ano dispensados em viagens e jogos

 

Carina Gonçalves | Jornalista

*Notícia publicada na edição impressa de 29 de Junho