Diogo Mateus distribui pelouros aos quatro vereadores do PSD

0
988

A Câmara de Pombal aprovou, por maioria com três abstenções, fixar em quatro o número de vereadores em regime de tempo inteiro. A deliberação foi tomada na primeira reunião do executivo do actual executivo, realizada na tarde de terça-feira, 24 de Outubro.
De acordo com a proposta, apresentada pelo presidente da Câmara, Diogo Mateus, aqueles vereadores correspondem aos quatro membros eleitos pelo Partido Social Democrata: Ana Maria Cabral, Pedro Murtinho, Ana Gonçalves e Pedro Brilhante.
Por outro lado, o líder executivo deu conhecimento da respectiva delegação de competências àqueles vereadores, tendo ficado sob a sua directa superintendência as funções nos domínios das Finanças e Administração; Protecção Civil e Segurança; Gestão Ambiental, Energia, Águas e Saneamento; e, Promoção do Desenvolvimento Económico.
Ana Maria Cabral assume os pelouros do Desenvolvimento Social e Coesão; Educação; Mobilidade e Trânsito, enquanto Pedro Murtinho será responsável pelas pastas da Fiscalização; Gestão de Obras Públicas; Urbanismo, Ordenamento do Território e Obras Particulares.
Já Ana Gonçalves, titulará os pelouros da Cultura; Recursos Humanos; Turismo e Transportes Urbanos. Pedro Brilhante recebeu a delegação dos pelouros do Desporto, Tempos Livres e Lazer; Juventude e Empreendedorismo; Equipamentos Públicos; e Agricultura e Florestas.
Na mesma reunião, Diogo Mateus informou, igualmente, o executivo que a vice-presidência do município ficará sob a responsabilidade de Pedro Murtinho, um dos seus vereadores que transitou do mandato anterior. Na ocasião, o edil considerou que aquela decisão surgiu pelo facto de Ana Maria Cabral – que figurou como número dois da lista candidata às últimas eleições – “estar em início de funções” pelo que foi entendido dar-lhe algum tempo para “se ambientar” à organização e funcionalidades do município.

 

Partilhar
Artigo anteriorRENDALÍSSIMA | 7 tendências de Outono
Próximo artigoBodo das Castanhas: tasquinhas, desporto e animação
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.