Dia Mundial da Prevenção do Suicídio

0
1405

Dia 10 de setembro representa o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio – Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio, IASP. É com o maior agrado que vimos convidar a todos a participar nesse dia no II Ciclo Informativo sobre Prevenção do Suicídio – Trabalhar em Conjunto para Prevenir o Suicídio.
O suicídio é o sinal mais evidente de que o ser humano é vulnerável psicologicamente e da profunda dificuldade em partilhar essa vulnerabilidade com os outros e, portanto, de criar comunidades incutidas de valores e atitudes que podem salvar vidas.
De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o suicídio pode ser o resultado de fatores biológicos, psicológicos e/ou socioeconómicos e pode ter como fatores de risco a separação afetiva ou a perda de alguém significativo, sentimentos de vergonha e humilhação, dificuldades financeiras e exigências laborais, experiências de trauma ou violência, sentimento de isolamento e falta de suporte social, a presença de perturbação mental ou de abuso do álcool, entre outros.
Ao observarmos estes fatores, do ponto de vista psicológico, damo-nos conta de quanto necessitamos de amor, aceitação própria, esperança e capacidades de gerir as emoções, pensamentos e relações (e de oportunidades desde cedo de podermos “aprender” estas competências). Do ponto de vista social, constatamos a importância dos laços sociais, da consciência face aos comportamentos suicidários e de pequenos gestos que podem fazer a diferença. As pessoas podem sentir-se relutantes em fazer algo, por muitas razões incluindo o medo de não saber o que dizer. Mas uma preocupação genuína, uma atitude de não desvalorização e de não julgamento e o conhecimento dos serviços de saúde aos quais podem recorrer podem ser de ajuda.
A intervenção mais eficaz é multinível e intersectorial. Salienta-se a importância do acesso aos cuidados de saúde, deteção precoce e intervenção eficaz, mas também do papel do setor social, educativo, económico e político. Ou seja, é essencial o papel de todos na prevenção do suicídio.
Face a um sério problema de saúde pública, a IASP relembra que a prevenção do comportamento suicida não é uma tarefa fácil, mas é possível. E este trabalho beneficia não só aqueles em sofrimento, mas também as pessoas que os amam e a sociedade como um todo. A IASP propõe mobilizar as sociedades a desenvolver atividades e competências na prevenção do suicídio. É nesse sentido que gostaríamos de contar com a presença de todos neste evento.

Sónia Mira
Daniel Martins