Demolição e reconstrução da Conde Castelo Melhor começa no próximo Verão

0
771

As obras de demolição e reconstrução da Escola Conde Castelo Melhor, localizada no centro da cidade de Pombal, devem iniciar imediatamente após o término deste ano lectivo, informou o presidente da Câmara Municipal.

No decorrer da empreitada a comunidade educativa deverá ser transferida para as instalações do “Externato A Falinha” ou da escola “Primeiro Degrau”.

“Em articulação com os vários intervenientes, estamos a preparar calmamente o procedimento concursal” de forma a “aproveitar a maior interrupção lectiva do Verão para iniciar as obras”, revelou Pedro Pimpão, salientando que “tínhamos condições para iniciar esta intervenção no decorrer deste ano lectivo”, mas a comissão técnica entende que “não seria conveniente iniciar a obra a meio do ano lectivo”.
Esta decisão visa “garantir que as crianças e jovens não ficam prejudicados em termos pedagógicos”.
O autarca esclareceu ainda que a opção de demolir e reconstruir a Escola Conde Castelo Melhor foi a “solução aconselhada pelos técnicos, [logo] esta é a intervenção que vai ser feita”. “Não ponho em causa, num segundo sequer da minha vida, a segurança de uma criança” e “não brinco com a educação”, assegurou.

As obras de demolição e reconstrução da Escola Conde Castelo Melhor vão custar cerca de 4,5 milhões de euros

Quanto às alternativas para deslocalizar a comunidade educativa, o edil reconheceu que foram analisadas várias opções, nomeadamente “contentores à frente do Centro de Saúde sem espaços de lazer” ou outras escolas já existentes.
A escolha deve recair sobre uma escola privada (o Externato A Falinha ou o Primeiro Degrau), tendo em conta que ambos os estabelecimentos têm “salas disponíveis, refeitório e espaços para fruição desportiva e de lazer suficientes para as crianças e jovens”.
Estes esclarecimentos foram prestados na reunião de Assembleia Municipal, realizada a 21 de Setembro, quando foi aprovado por unanimidade o pedido de autorização para reforçar a dotação da rubrica de requalificação do Centro Escolar Conde Castelo Melhor para os anos 2025 e 2026.
Na altura, os eleitos pelo PS admitiram que receberam “com enorme surpresa” a notícia de demolição daquela escola. Todavia, votaram a favor porque “logicamente que a segurança está acima de tudo”, afirmou Marlene Matias.
Por sua vez, a presidente da Junta de Pombal frisou que se trata de “uma obra há muito ansiada pela comunidade escolar, que só peca por ser tardia”.
Afinal, “aquela escola é uma das que tem mais alunos do 1.º ciclo e não alberga com dignidade nem os alunos nem os funcionários”, porque “está dimensionada de forma não conforme com os requisitos actuais”, explicou Carla Mota Longo.
Portanto, esta obra “é uma mais-valia para todas as crianças da nossa freguesia”, concluiu.

Carina Gonçalves | Jornalista

*Notícia publicada na edição impressa de 28 de Setembro