CDS-PP quer ser a “maior surpresa” da noite eleitoral

0
1998

O CDS-PP quer ser a “maior surpresa” da noite eleitoral de 1 de Outubro no concelho de Pombal. O desejo foi manifestado nesta quarta-feira à noite durante um jantar de campanha que contou com a presença da líder nacional do partido, Assunção Cristas.
“Iremos liderar vários órgãos autárquicos e aumentar a nossa representatividade”, garantiu o presidente da concelhia centrista e candidato à Câmara Municipal de Pombal, Sidónio Santos, realçando que o partido “é o projecto político que mais cresceu no concelho” possuindo hoje uma “identidade muito forte”.
Antes, perante muitos aplausos das mais de duas centenas de comensais, o cabeça de lista à Assembleia Municipal, Henrique Falcão, destacou o facto de o partido apresentar-se a eleições com “cinco jovens senhoras como cabeças de lista”, designadamente para as juntas de freguesia de Vila Cã, Pombal, Louriçal, Redinha e União de Freguesias de Santiago, São Simão de Litém e Albergaria dos Doze.
Também o facto de o CDS-PP apresentar candidaturas a todos os órgãos autárquicos do concelho foi enaltecido por Manuel Isaac, líder distrital do partido, considerando tratar-se de “obra feita”.
Sidónio Santos aproveitou a ocasião para apresentar, mais uma vez, os “três eixos fundamentais” em que assenta o seu plano de acção – pessoas, território, e desenvolvimento económico e emprego – tendo citado algumas dos projectos concretos, com destaque para a criação do “Invest Pombal, uma agência de desenvolvimento económico”, a criação de um parque verde na Quinta do Casarelo, a implementação de um centro BTT na Aldeia do Vale, a instalação de passadiços nos Poios (Redinha), o desenvolvimento do projecto “Refood Pombal” para diminuir o desperdício alimentar, e a instalação de uma central de biomassa num projecto intermunicipal.
Na sua intervenção, Assunção Cristas enalteceu a “grande visão e ambição” do candidato, “exemplo de dedicação à sua terra”, afirmando que “é desta vez que ficas [Sidónio Santos] com uma palavra decisiva na governação” municipal, em resultado do “muito trabalho” que tem sido feito pelo partido no concelho de Pombal. Um partido que, na sua opinião, “atrai cada vez mais jovens” que consideram o CDS-PP “um partido do futuro”.

Partilhar
Artigo anteriorDia Mundial do Doente com Alzheimer – Vivências emocionais de cuidadores profissionais e familiares
Próximo artigoFeira nacional mostra excelência do artesanato e tasquinhas
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.