Carros, motas e rock’n’roll

0
1210

Mustang’s, Cadillac’s, Rolls Royce, Harley Davidson’s. Carros cheios de pinta. Motos a roçar no sensualão. Música a condizer. A velha máxima do rock encontrou em Pombal novas tendências. Se antigamente se falava em “sexo, drogas e rock’n’ roll”, agora é mais “motos, carros e tatuagens”.
Foi assim que se homenageou a cultura americana em terras do Marquês. O segundo encontro de motos e carros americanos juntou centenas de aficionados junto à sede da Old Brigde Motrocycle, a oficina especializada em motos, e organizadora do evento.
Depois do sucesso da primeira edição Carlos Bom, da Old Bridge não tem dúvidas em afirmar que “o evento cresceu”, e isso nota-se pela afluência tanto de público curioso, como apaixonados pelos seus veículos. “Encontros deste género não se fazem muito em Portugal”, afirma, e tem como objectivo promover uma paixão que “está em crescimento no nosso país”.
Desta forma a organização espera “que esta tendência se mantenha e que nos próximos anos o evento continue a crescer”. E com esta afirmação Carlos Bom, para além de mostrar bastante “empenho”, também deixa a certeza de que este é um evento que se vai continuar a realizar ao longo dos próximos anos, e que se espera que faça parte do calendário dos pombalenses, e de quem vem de fora.
Para além de apreciar as belezas americanas que coloriram as ruas do Parque Industrial da Formiga, em Pombal, durante o evento era possível fazer tatuagens ou um corte de cabelo arrojado, tudo ao som dos clássicos “old school” do rock‘n’roll.

Partilhar
Artigo anteriorDiabéticos: da aceitação à adaptação
Próximo artigoMétodos antigos, novos conceitos
Nasceu em 1985, estudou Comunicação Social na Escola Superior de Educação de Coimbra e participou num curso de formação em Jornalismo e Crítica Musical. Passa os dias a ouvir música, adora assistir a concertos e sonha viajar pelo mundo com uma mochila às costas.