Câmara de Pombal vai comprar prédio no centro da cidade

0
586

A Câmara Municipal de Pombal vai adquirir um prédio no centro da cidade, que se encontra em elevado estado de insalubridade e perigo de ruína. Para o presidente da autarquia, Diogo Mateus, trata-se de “um património bom”, que será adquirido por “um valor justo”.
O executivo camarário aprovou, na reunião de 21 de Maio, comprar o prédio devoluto sito na Rua de Santa Luzia, n.º 32, em Pombal, pelo preço de 69.560 euros.


A proposta apresentada salienta que o imóvel, que está registado a favor do Ministério das Finanças por “inexistência de sucessor de herança”, “encontra-se em elevado estado de insalubridade e perigo de ruína”, daí a “urgência” em adquirir este património.
Assim, notificado pela Direcção Geral do Tesouro, a Câmara de Pombal decidiu adquirir “o lote que tem uma expressão significativa no centro da cidade”, pelo que considera ser “um valor justo”.
“Este é um bom negócio, porque de facto a localização é excepcional e a área é interessante”, referiu a vereadora socialista, questionando se há algum plano para aquele local, que poderá ser ocupado por “muitas funções que carecem de espaço”. “Tendo em conta a localização deste imóvel e as carências do parque habitacional, seria interessante afectar este imóvel às políticas de habitação”, sugeriu Odete Alves.
O edifício, onde funcionou a sede do antigo Voz do Arunca, ainda não tem destino traçado, informou Diogo Mateus, sublinhando que essa “é uma matéria que a Câmara terá de apreciar”.

Carina Gonçalves | Jornalista

*Notícia publicada na edição impressa de 03 de Junho