ANSIÃO | Centenária Feira dos Pinhões realiza-se em formato minimalista

0
1082

A Centenária Feira dos Pinhões está de volta à Praça do Município de Ansião, mas sem o brilho de outros anos e marcada pelas restrições impostas pela pandemia Covid-19. O certame realiza-se de forma presencial, mas em formato minimalista. A duração da feira foi reduzida de dois para apenas um dia: sábado (29 de Janeiro). Também os expositores e a animação de rua foram limitados ao mínimo. O objectivo é “assinalar a feira, mas cumprindo todas as regras de segurança”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal.
“Face à evolução da pandemia e à grande incidência de casos activos, decidimos limitar a feira presencialmente”, contou António José Domingues, explicando que “vamos ter na Praça do Município apenas meia dúzia de expositores”, que farão “uma mostra genérica dos produtos que normalmente estão representados no certame”.
Sem esconder o desânimo por não ser possível a realização da Feira dos Pinhões nos moldes habituais, o autarca refere que “esta é a forma possível de dar continuidade à Feira dos Pinhões”, que ano após ano tem assumido “um papel de extrema relevância na promoção do concelho e dos seus produtos endógenos”.
Por isso, apesar de optarem por “não fazer a agregação de todos os expositores”, decidiram “assinalar a feira só com meia dúzia de produtores”, dando “alguma visibilidade” ao certame e “cumprindo todas as regras de segurança”.
Todavia, os visitantes já não precisam de se deslocar a Ansião para poderem ver e adquirir todos os produtos endógenos da região. Podem fazê-lo através da loja online (ansiaodigital.pt), que está disponível de forma permanentemente à distância de um clique.
Já o programa cultural associado à Feira dos Pinhões terá uma vertente presencial e outra digital. No que toca à parte presencial, o sábado (dia 29) começa com animação de rua com o grupo Camisas Negras e termina com a encenação da peça “Quem és tu, José?” pelo Teatro Olimpo, que sobe ao palco do Centro Cultural de Ansião, pelas 21h30. Pelo meio (17h00), acontece, no Auditório Municipal, a apresentação do livro comemorativo do 25.º aniversário do Teatro Olimpo, que é intitulado de “Novas peças para o público” e cuja autoria é de Casimiro Simões e Ricardo Vinagre.
Já no formato digital, o público pode assistir a uma recriação histórica sobre as últimas edições da Feira dos Pinhões.

Carina Gonçalves | Jornalista

*Notícia publicada na edição impressa de 20 de Janeiro