Almagreira vai criar circuito para ligar todos os lugares da freguesia

0
1042

A Junta de Almagreira vai criar um circuito de percursos pedestres e cicláveis que façam a ligação entre todas as fontes e fontanários da freguesia. O projecto denominado de ‘Terras de Almagra’ inclui ainda a limpeza e requalificação deste património, que já está identificado e sinalizado num mapa.
“O projecto ‘Terras de Almagra’ consiste em limpar e requalificar todas as fontes e fontanários existentes na freguesia”, com vista a “criar um circuito de percursos pedestres e cicláveis que passe por estes pontos”, contou o presidente da Junta, salientando que o circuito vai passar por todos os lugares da freguesia, até porque “cada lugar tem pelo menos uma fonte ou fontanário”. A extensão do percurso “ainda não está definida”.
A primeira fase deste projecto passou por “fazer o inventário de todas as fontes e fontanários, sinalizando-as num mapa, e averiguar o estado de conservação de cada um”. O próximo passo é “fazer uma proposta de orçamento para cada fonte para percebermos se a Junta de Freguesia consegue fazer o trabalho com meios próprios ou será necessário contratar algum serviço externo”, adiantou Humberto Lopes.
Segue-se a “limpeza e requalificação das fontes e fontanários abandonados”, alguns deles cobertos de “canas e silvas”, continuou o autarca, que pretende ainda “identificar cada um e colocar um descritivo com a sua história”.
Concluído este trabalho, a intenção é “ligar estes pontos através de percursos pedestres e cicláveis”, criando um “circuito circular, mas sempre com uma ligação do centro para a periferia da freguesia”, explicou Humberto Lopes, realçando que “Almagreira está mais ou menos no centro da freguesia”.
“Além destes trabalhos de limpeza e requalificação dos fontanários, há ainda a questão da sinalética para marcar os percursos”, adiantou o presidente da Junta, salientando que este será um projecto para ir desenvolvendo “gradualmente”.
A ideia deste projecto não é nova. A criação do circuito ‘Terras de Almagra’ já foi candidatada a fundos comunitários há dois anos, no âmbito de um programa gerido pela Associação de Desenvolvimento Terras de Sicó. Contudo, na altura, a Junta de Freguesia de Almagreira não foi uma das contempladas e, sem financiamento, o projecto andou mais devagar que o desejado.
“Agora, é um dos projectos que estamos à espera que a Câmara Municipal financie”, assumiu o autarca, evidenciando a importância do património das fontes e fontanários, que “em muitos casos era talvez o único sítio público do lugar”. Por outro lado, esta iniciativa é também uma forma de “trazer pessoas a estes lugares históricos”, alguns dos quais “em completo abandono”.

Carina Gonçalves | Jornalista

*Notícia publicada na edição impressa de 16 de Dezembro