Woods: uma pista de dança no meio da natureza

0
1010
Filipe Mendes, Jonathan Pereira e Núrio Simões são os mentores do “Woods - Wild Sunset”

Foi numa tarde solarenga de Abril que Jonathan Pereira, Núrio Simões e Filipe Mendes, “numa brincadeira”, e enquanto passavam umas músicas, se lembraram de “fazer uma festa para 15 ou 20 pessoas”, no fundo apenas para os amigos mais chegados. No entanto, pensamentos para ali e conversas para aqui, as ideias borbulharam, e questionaram-se: “mas e se fizéssemos uma coisa mais séria, uma coisa maior e em que a ‘malta’ pudesse vir para ouvir música diferente?”.
Limaram ideias, ouviram opiniões e quando repararam já tinham organizado a primeira edição do Woods – Wild Sunset, o projecto teve uma aceitação tão boa por parte dos amantes da música electrónica que os jovens já estão a ultimar os preparativos para a segunda edição do evento, até porque “queremos mesmo que o conceito venha para ficar” e que também “mude um bocadinho os hábitos” de quem ouve música.
Fartos de percorrer dezenas, ou centenas, de quilómetros para ouvirem o estilo de música que os faz vibrar, acreditam que “na zona centro é muito difícil encontrar um evento com estas características, dentro desta cena musical”. Assumidamente amantes, e consumidores, de música electrónica, que pode ir desde o deep house, ou techno, passando pelo house, ou pelo soul, no Woods – Wild Sunset os artistas convidados são todos ligados a estas correntes, “mas não tocam o típico house comercial a que as massas estão habituadas”, e até pode roçar na electrónica underground. Mas nisso combina com o ambiente natural onde se vai realizar a festa: no Parque de Merendas do Cotrofe, “que tem boas acessibilidades e fica a apenas três quilómetros de Pombal”.
O espaço tem sombras agradáveis, recantos encantadores e condições para receber um evento desta natureza. Ao palco sobem nomes como Sparker, Nuno Black, Muspheller, Philllip, Apollo Club, Nuri, Diogo Divero e Eduardo, que figura como cabeça de cartaz.
Para a realização do evento, os três amigos, e companheiros nesta aventura, conseguiram o patrocínio de várias entidades e marcas, assim como o apoio da editora The Archive Records.
Este sunset ‘selvagem’ dança-se a 21 de Julho, entre as 16h00 e as 04h00, e tem entrada gratuita, basta aparecer com vontade de dançar… muito. Este ano os jovens decidiram trazer mais uma novidade para o certame, com introdução do conceito de “Barbecue e Vegan”, afinal é preciso um corpo bem alimentado para que haja energia para a dança. As reservas para o jantar Podem ser feitas através de mensagem para a página de Facebook do Woods ou para algum dos anfitriões do evento.
Em jeito de ‘warm up’, que é como quem diz ‘em jeito de aquecimento’, o Woods – Wild Sunset está a organizar uma festa de apresentação a ter lugar no Bold Caffé, a 15 de Julho, a partir das 16h00.