Socialistas apresentam ideias para o concelho

0
87

A presidente da Comissão Política Concelhia do Partido Socialista (PS) de Pombal propõe a instalação de uma estrutura de ensino superior no concelho, focado, essencialmente, na área da floresta.

No âmbito do desafio “100 ideias para a minha terra”, lançado pela direcção nacional do partido, Odete Alves considera fundamental a “fixação de uma instituição de ensino superior no nosso concelho, criando alguma identidade na área da floresta, pois que cerca de 70% do nosso território é floresta”. “Seria muito interessante criar um centro de investigação para a floresta, enquadrado obviamente no polo universitário ou politécnico a instalar no nosso território”, acrescenta.
A também vereadora da Câmara Municipal considera “a inexistência no concelho de um pólo universitário ou politécnico é um grande ‘handicap’ para o concelho, pois só assim poderíamos aumentar o nível de investigação e desenvolvimento, aumentar o nível de qualificação dos trabalhadores, atrair novos investimentos e aumentar a média salarial”.
Por sua vez, Luís Simões, também dirigente concelhio do PS, propõe “a criação de um centro de formação profissional na área da calçada portuguesa, tendo como principal objectivo a formação profissional de futuros calceteiros, paralelamente à formação académica, com a obtenção de um diploma, como forma de dignificação da profissão de calceteiro”.
“O centro de formação terá também um papel importante na certificação da actividade, podendo as diversas empresas obterem certificados de qualidade”, considera o socialista.
Já Alberto Gameiro Jorge, ex-líder concelhio do partido, defende a construção de um nó de ligação do IC2 à A1, nas Meirinhas, “que seja também feita a requalificação/ adaptação de estradas existentes e/ou de novos troços ou traçados rodoviários”, de forma a garantir a ligação a Sul do concelho, desde as Meirinhas passando algures por Vermoil e Albergaria dos Doze, e que vá entroncar algures no IC8”. “Que poderia vir a servir, por esta via, Vila Cã e Abiul”.
Raúl Bruno, também dirigente socialista e membro da Assembleia de Freguesia da Pelariga, defende a construção de “reservatórios de água” para meios aéreos e terrestres em caso de incêndios rurais.

Partilhar
Artigo anteriorPaula Hair Salon tem novas instalações
Próximo artigoFraca qualidade dos serviços de telecomunicações revolta população
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.