PSD renova lista candidata à Câmara Municipal

0
2703

O Partido Social Democrata (PSD) formalizou na tarde desta segunda-feira, no Tribunal de Pombal, as listas candidatas aos vários órgãos autárquicos do concelho. Listas constituídas por “muitas pessoas, com muita vontade em participar”, referiu o candidato à Câmara Municipal, Diogo Mateus, enaltecendo tratar-se de “o maior número de candidatos de sempre”.

Destaque para a lista encabeçada por Diogo Mateus, que pretende avançar para um segundo mandato com uma equipa renovada. De fora ficaram os actuais vereadores Fernando Parreira e Renato Guardado e, entra para número dois Ana Maria Cabral. Seguem-se os actuais vereadores Pedro Murtinho e Ana Gonçalves.

Por sua vez, Pedro Brilhante figura em quinto lugar, sendo os lugares seguintes ocupados por Catarina Silva (igualmente actual vereadora), Elisabete João Madama, Fernando Silva e Filipa Raquel Matos.

Quanto à Assembleia Municipal, Maria Fernanda Guardado encabeça uma lista que integra, nos lugares cimeiros, João Manuel Coucelo, João Antunes Santos, Maria Adelaide Conceição, José Gomes Fernandes, Guilherme Gameiro Domingues, Andreia Marques, Manuel António Santos, Rui Acácio Cruz e Nicolle Lourenço.

No que diz respeito às freguesias, o PSD irá candidatar Sandra Cristina Barros (Abiul), Humberto Lopes (Almagreira), Sílvio da Mota Santos (Carnide), Pedro Manuel Silva (Carriço), José Manuel Marques (Louriçal), Manuel Virgílio Lopes (Meirinhas), Nelson da Silva Pereira (Pelariga), Pedro Alexandre Pimpão dos Santos (Pombal), Carlos Simões Cardoso (Redinha), Manuel José Serra (União de Freguesias da Guia, Ilha e Mata Mourisca), Manuel Nogueira Matos (União de Freguesias de Santiago, São Simão de Litém e Albergaria dos Doze), Carlos Mendes Santos (Vermoil) e Maria José Marques (Vila Cã).

Partilhar
Artigo anteriorAna Tenente renova candidatura independente a Vila Cã
Próximo artigoCDS-PP apresenta candidaturas a todos os órgãos autárquicos

Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.