Ourivesaria Ramos reabriu com novidades

0
2168

A Ourivesaria Ramos reabriu as portas no dia 18 de Junho, depois de um curto interregno para a realização de pequenas remodelações no interior do espaço.

A loja, localizada na Avenida Heróis do Ultramar, mantém a habitual sobriedade e elegância, alicerçadas, com esta pequena intervenção, numa aposta nos tons neutros que reforçam a luminosidade do ambiente. No entanto, a principal alteração foi dar maior projecção às marcas Pandora, Calvin Klein e Tissot, conferindo-lhes um espaço próprio e uma visibilidade acrescida.
A comemorar 115 anos de vida, no decurso de 2018, a Ourivesaria Ramos tem conseguido rejuvenescer-se, ao longo da sua história, mas sem abdicar da sua essência e dos valores que delegam nesta missão: seriedade e honestidade. Para Isabel Fonseca, bisneta do fundador, é nesta postura perante os clientes que reside o sucesso de um negócio de cariz familiar que já vai na quinta geração. Contudo, realçou que para se estabelecer esta relação de proximidade e confiança com os clientes, é fundamental “a dedicação” dos colaboradores, não apenas os actuais, mas todos aqueles que passaram por cá”. “Tivemos aqui funcionários mais de 50 anos, inclusivamente o último relojoeiro, que faleceu este ano, acompanhou-nos durante 46 anos. A Luísa, que se reformou em 2015, também foi uma colaboradora dedicada, durante 37 anos. Actualmente, a Guida é a mais antiga, já com 22 anos. Durante este longo percurso, houve sempre um bom “ ambiente familiar”, e que se mantém”. Aliás é fundamental e reflecte-se no tipo de atendimento, refere a responsável.

Cinco gerações
O percurso da Ourivesaria Ramos é o retrato de um negócio de família que já vai na quinta geração. Fundada em 1903 por José Maria Pedrosa Ramos, teve como percussores Teófilo Pedrosa da Costa (genro), Maria Teresa Ramos Pedrosa da Costa Fonseca (neta) e o marido Vítor Barbeiro Oliveira da Fonseca . Actualmente, é a filha, Maria Isabel da Costa Fonseca, (bisneta do fundador) quem assume as rédeas da casa. Uma missão na qual conta já com a colaboração, do filho, Rodolfo Fonseca Mendes da Ponte, e da nora Daniela. “Está assegurada a continuidade”, afirma, orgulhosa. A equipa é formada por cinco elementos, mas continua a ser apoiada por Maria Teresa e Vítor Fonseca, ainda que já não estejam ali a tempo inteiro. Com diferentes gerações em sintonia, Isabel Fonseca destaca a mais-valia da colaboração do filho, sobretudo no campo das novas tecnologias. “Foi ele que implementou a página do facebook e o site da ourivesaria. Actualmente, estas ferramentas são fundamentais para divulgar, e projectar a nossa loja, tanto em Portugal, como com os clientes que estão no estrangeiro”.
Num balanço a este percurso já longo, Isabel Fonseca não tem dúvidas de que este tem sido um caminho “ascendente” e de sucesso. Por isso deixa um convite aos clientes para que visitem o remodelado espaço, aproveitando para agradecer a confiança ao longo destes anos.