O Mercadinho já tem disponível a famosa sopa da pedra d’O Peleiro

0
1367

A famosa sopa da pedra, confeccionada pelo restaurante O Peleiro, no Paião (Figueira da Foz), já está disponível n’O Mercadinho, o supermercado localizado no centro histórico da cidade.
Vendida em recipientes próprios que preservam todo o sabor, a conceituada sopa da pedra tem cada vez mais adeptos em Pombal. “Quem prova, volta a comprar”, assegura Amadeu Carvalho, proprietário d’O Mercadinho.
Mas, afinal, o que tem de tão especial esta sopa? “É tudo feito à mão”, explica Cristiano Paiva, o jovem que, juntamente com o irmão, Octávio, é um dos rostos deste projecto. Aliás, a autenticidade e qualidade do produto são marcas diferenciadoras e que têm merecido o reconhecimento dos clientes. “Pode-se considerar um produto gourmet”, acrescenta Cristiano Paiva.
O projecto tem alargado cada vez mais as fronteiras, mas a preocupação é não desvirtuar a sua essência, mantendo-o afastado das grandes superfícies. “O nosso target é o pequeno comércio”, evidencia o empresário, acrescentando que são privilegiados os supermercados de pequena dimensão, churrasqueiras com serviço de take away e espaços gourmet, para comercializar esta iguaria de sabor caseiro.
Vendida actualmente em Pombal (Mercadinho), no Louriçal (Churrasqueira “O Carlão”), Carriço (Padaria Dionísio), Cascais, Figueira da Foz, Leiria e França, a sopa da pedra d’O Peleiro quer continuar a conquistar mais apreciadores e prepara-se para chegar a novos destinos, revela Cristiano Paiva.

Uma casa com tradição
Cristiano e Octávio Paiva fazem parte da terceira geração da família que se mantém ligada ao restaurante O Peleiro. Fundado pelos avós, o espaço atingiu o expoente máximo de notoriedade na geração seguinte, já com os pais e tios no comando da casa. Henrique Paiva e Fernando Santos alicerçaram o negócio da família e a eles haveriam de juntar-se, mais tarde, também os filhos.
Do cardápio de excelência fazem parte o cabrito assado e a sopa da pedra, esta última considerada o ex-líbris do restaurante e que nunca falta na ementa diária. Tornou-se de tal modo emblemática que passou a ser vendida também para fora, para dar resposta às inúmeras solicitações.
Ao argumento da boa comida, O Peleiro pode ser também ponto de paragem obrigatória numa das semanas temáticas que realiza anualmente. Entre os dias 5 e 10 de Fevereiro, a semana é dedicada à Feijoada de Samos e em Março é tempo de dar destaque ao cabrito.

Cristiano Paiva e Amadeu Gonçalves, junto do stand promocional instalado n’O Mercadinho