Joana Oliveira conquista palcos internacionais

0
188
Joana Oliveira
Joana Oliveira alcançou o 2º lugar no Festival Internacional da Canção da Serra da Estrela

Aos três anos de idade, é fácil dizer que as crianças querem apenas brincadeiras simples com bonecas, carrinhos, tablets ou legos, mas para Joana Oliveira, as brincadeiras tinham de incluir, invariavelmente, um microfone e uma canção. Os pais gostavam de a ouvir, mas nunca a levaram demasiado a sério.
Anos mais tarde, o concurso “Crianças ao Palco” fez dela uma vencedora e foi nesse momento que Humberto Oliveira, pai, começou “a apoiar mais” o sonho da pequena Joana. Entretanto seguiu-se o programa televisivo “Pequenos Gigantes”, uma forte aposta na formação musical, e vários espectáculos um pouco por todo o país.
No final do mês de Agosto, Joana Oliveira, conquistou mais um trofeu, desta vez no Festival Internacional da Canção da Serra da Estrela, onde interpretou os temas Chandelier, de Sia, e Chuva, de Jorge Fernando, e trouxe para casa um amistoso 2º lugar e ainda foi convidada por vários elementos do júri para representar Portugal em vários eventos pela Europa fora. Em Outubro segue para Praga, e no início do próximo ano vai actuar na Republica Checa e na Rússia. Sempre com Pombal no coração.
Para o pai, “ouvi-la arrepia-me”, e afirma que “não é apenas por ser pai dela”, mas o timbre, o alcance vocal ou a vida que dá às canções “torna-as especiais”, em particular “no fado”. Com apenas 12 anos – faz 13 no próximo dia 13 de Setembro – a pequena Joana sonha com um percurso profissional ligado à música, coisa que os pais “apoiam totalmente”, mas sem esquecer que os “estudos estarão sempre em primeiro lugar”. Sendo que ainda tem uma vida inteira pela frente, nunca se sabe o que o futuro lhe pode reservar, no entanto, “ela fala muitas vezes em ir para Londres estudar música”, uma possibilidade que não se coloca de parte, “daqui a alguns anos”, e se esta vontade “se mantiver”. De resto a família não podia estar mais “orgulhosa” das conquistas alcançadas por esta ‘pequena gigante’.
O concurso que é aberto à participação de crianças, jovens e adultos, a solo ou em grupo, de acordo com os escalões etários existentes, permite que cada concorrente participe com duas canções. Posteriormente o desempenho dos participantes foi avaliado por um júri internacional, constituído por personalidades de relevo no mundo da música, que deram a Joana Oliveira o segundo lugar do pódio, no seu escalão. Para além de Joana Oliveira, no concurso esteve presente outra pombalense: Iris Silva.
Para Joana, “esta vitória um sabor muito especial”, afinal “é um privilégio ser reconhecida” por aquilo que mais gosta fazer: cantar. E não tem dúvidas: “é isto que quero fazer da minha vida”.