Gelataria 2000 celebra 30 anos com arraial popular

0
3496

Fundada em Setembro de 1988, a Gelataria 2000 prepara-se para celebrar o 30.º aniversário. A data pede festejos à altura, e para isso Arlindo Mendes, proprietário, está a preparar uma festa de arromba, com baile, porco no espeto e muita animação. É já a 15 de Setembro.

Arlindo Rodrigues, proprietário do espaço

A Gelataria 2000 dispensa apresentações, e deve ser raro o pombalense que nunca lá entrou. Situado na Avenida Heróis do Ultramar, o estabelecimento está de portas abertas há 30 anos, ou melhor, celebra o trigésimo aniversário no próximo sábado, 15 de Setembro.
Para comemorar a efeméride, e por ser uma data tão especial, o proprietário do estabelecimento resolveu organizar uma festa, onde convida todos os clientes e amigos da ‘casa’ para dar um pezinho de dança, no baile, a cargo da teclista Vânia Mariza, e para degustar um apetitoso porco no espeto. Para além da festa, ainda está previsto um torneio de petanca e outro de King. O casal que apresentar os melhores passos de dança, também “vai receber um prémio”.
“A ideia de assinalar esta data, surgiu em conversa com um grupo de amigos, e clientes”, depois de se falar no assunto, tudo surgiu naturalmente, garante Arlindo Mendes, que é responsável pelo espaço “há 29 anos”. “Inicialmente, quando este espaço abriu, tinha outro proprietário”, na altura o pombalense decidiu aventurar-se no meio, e o resultado está à vista: “o 2000 é um dos cafés mais antigos da cidade”, e por aquelas mesas, já passaram muitos clientes, uns mais ilustres, outros desconhecidos.
O proprietário revela que o meio “não é fácil”, porque os “clientes nem sempre são fáceis”, mas admite “que é preciso muita calma e gostar muito do negócio”, e é assim que se vai mantendo. O espaço foi sofrendo alterações ao longo dos anos, “porque o mercado é exigente, e os clientes precisam de se sentir confortáveis no espaço”, e a última renovação “foi feita há pouco mais de um ano”, permitindo que o ‘2000’ apresente um ar mais moderno e acolhedor. Até porque a concorrência, em Pombal, é “muito forte, e salutar”, afirma, “a cidade tem café e pastelarias de muita qualidade”, e isso faz com que os clientes se tornem mais exigentes, e com que os proprietários também o sejam.
No entanto, quando falamos nos clientes deste estabelecimento, estamos a falar “de família e amigos”, como diz Arlindo Mendes, que confessa que “existem algumas pessoas que por aqui passam todos os dias e que já não são cliente, são amigos, e fazem parte da ‘casa’”, e explica que o ambiente é tão descontraído e de proximidade que “tenho alguns clientes que entram no balcão e tiram o seu próprio café”, tal é a ligação que se cria.
E para os mais distraídos, ou para quem nunca visitou o estabelecimento, pode dizer-se que as tostas em pão alentejano, ou os pastelinhos de chícharo, são especialmente apetitosos. As francesinhas são outra das especialidades da casa, e o proprietário confessa que anda a ponderar uma oferta mais alargada deste prato, com ingredientes especiais, e receitas diferentes. Os produtos utilizados são da região, e Arlindo Mendes vai mais longe “enquanto tiver a oportunidade de escolher produtos regionais para servir aos clientes, nunca vou procurar outros mais baratos, porque a qualidade é sempre o melhor segredo”, remata.
Quanto à festa de aniversário, é de entrada gratuita e tem início às 18h00, a 15 de Setembro, no espaço em frente ao estabelecimento, em jeito de arraial popular.