“Estão reunidas as condições para que seja uma grande festa”

0
850

Ana Moura, David Carreira e Matias Damásio são alguns dos artistas que vão passar pelas tradicionais Festas do Louriçal. Este ano há novidades, mas o ponto alto do certame continua a ser com a celebração de missa seguida de procissão de velas em honra de Nossa Senhora da Boa Morte

Arrancam esta sexta-feira, 10 de Agosto, e terminam no dia 15, as tradicionais festas em Honra de Nossa Senhora da Boa Morte, que todos os anos se realizam no Louriçal. Os festejos, organizados pela Junta de Freguesia e pela Associação Critérios e Tradições, sedeada no Louriçal, apresentam um cartaz de luxo com destaque para as presenças de Ana Moura, David Carreira ou Matias Damásio.
Serão cinco dias que juntam o profano ao religioso, com um dos momentos altos a acontecer na noite de segunda-feira, dia 14, com a celebração de missa seguida de procissão de velas em honra de Nossa Senhora da Boa Morte, abrilhantada pelas filarmónicas da Guia e do Louriçal. Uma procissão que regressará às ruas da vila na tarde do dia seguinte, feriado (15 de Agosto).
Contudo, a grande atracção do evento vai para a inauguração de um monumento ao biscoito de azeite, que pretende homenagear o tão conhecido ‘biscoito do Louriçal’, um “ícone da gastronomia local”, verdadeira ‘imagem de marca’ da região louriçalense, e que José Manuel Marques, presidente da Junta de Freguesia, descreve como uma homenagem há muito desejada, mas que até aqui “ainda ninguém tinha conseguido concretizar”, no entanto, “a obra está feita, e acredito que embeleza ainda mais a nossa vila, e a nossa freguesia”.
O autarca realça a parceria com a associação Critérios e Tradições na realização dos festejos: “estamos empenhados em reforçar este grande grupo de trabalho para assumir o compromisso que temos pela frente”, afirma o autarca, referindo que o objectivo passa por “oferecer a todos os que nos visitam momentos inesquecíveis de alegria e confraternização”.
Assim sendo, a organização voltou a ‘mexer’ no modelo de execução do certame, e ao contrário do ano anterior, agora “apenas os espectáculos musicais serão pagos”, e as restantes actividades são de entrada gratuita. Assim, o público é convido a usufruir de toda a festa de forma gratuita, e onde a organização quis “reforçar a oferta, e adaptar novos espaços”, para que a “Vila seja o palco de todos os festejos”, e onde o principal objectivo passa pelo “aproximar mais as festas das pessoas”.
O renome dos artistas escolhidos para actuar nas festas ajudam a ‘embelezar’ o certame e logo na primeira noite dos festejos actuará a “Banda Índice” com um espectáculo dos “anos 80”. No sábado, sobe ao palco Virgul e, no domingo, é a vez de Matias Damásio animar os louriçalense.
Para segunda-feira, 13 de Julho, é esperada a presença da fadista Ana Moura e grupo “Sons do Minho”, sobe ao palco na noite do dia 14. David Carreira actua na última noite de festejos.
Segundo o autarca, “estão reunidas as condições para que seja uma grande festa”, desta forma, vão ser cinco dias de muita animação, com uma componente religiosa muito marcada é “o ponto alto dos festejos”, e costuma, habitualmente, atrair “muitos milhares de pessoas, vindas de todo o país”. A pensar já na próxima edição, José Manuel Marques avança que em 2019, o certame realizar-se-á entre 14 e 18 de Agosto.