Dietas

0
119


Hoje em dia existe muita informação sobre várias dietas em revistas, jornais, internet e livros, mas por vezes pouco credível e fidedigna em termos científicos.
Com a informação disponível consegue-se facilmente obter informações sobre vários tipos de dietas com resultados surpreendentes a curto prazo, e as pessoas que aplicam esse tipo de dietas ficam muito satisfeitas com os resultados obtidos em termos peso. E a longo prazo (daqui 1 ou 2 anos) conseguem manter o peso? Gostam do que estão a comer? Têm prazer no que estão a comer? Existem consequências para a sua saúde? Vão sentir-se bem?
Estas são perguntas importantes para refletir, analisar e retirar conclusões, dado que algumas dietas realizadas não têm em conta os gostos e as preferências alimentares das pessoas, e isso a longo prazo não contribui para a taxa de sucesso de uma dieta.
De facto, numa dieta é importante haver uma reeducação alimentar para obter resultados em termos de diminuição de peso, mas dentro do possível, os gostos e as preferências alimentares devem ser respeitados.
A taxa de sucesso de uma dieta avalia-se a longo prazo, ou seja, verifica-se se a pessoa conseguiu atingir o peso pretendido e mantê-lo a 1 ano, 2 ou mais anos após o início da dieta.
Existem alguns fatores que contribuem para o sucesso da dieta, como por exemplo, a pessoa entender que é o momento da sua vida para modificar o seu estilo de vida e os seus hábitos alimentares, ou seja, se a pessoa está realmente preparada para o desafio de ganhar mais qualidade de vida. A motivação, o objetivo e o compromisso são também fatores decisivos que ajudam a triunfar neste processo.
Atualmente ainda assistimos com alguma frequência pessoas a prescreverem planos alimentares/dietas sem terem habilitações profissionais para isso.
Caso necessite de um Nutricionista, procure um Profissional da Nutrição reconhecido pela Ordem dos Nutricionistas.

António Cordeiro (Nutricionista)
Nº da Ordem dos Nutricionistas: 0728N