Dezasseis novas empresas constituídas em Janeiro

0
1296

Dezasseis novas empresas foram constituídas no concelho de Pombal durante o mês de Janeiro (até à passada segunda-feira, dia 29), de acordo com elementos tornados públicos pelos respectivos serviços do Ministério da Justiça.
Com sede da Ilha, foi constituída a “Oestepav – Construções, Lda”, com objecto relacionado com serviços de construção civil e obras públicas; compra, venda e arrendamento de imóveis; e, execução de pavimentos. Também a “Paviguia do Oeste, Unipessoal Lda”, com sede na Guia, tem como objecto a execução de pavimentos em betão, betonilhas, pedra, mosaico e ladrilhos. A empresa dedicar-se-á, igualmente, à construção civil e à compra e venda de bens imóveis, entre outras actividades.
Na vizinha Mata Mourisca, mais concretamente Vale das Moitas, surge a “Ribeiro Santos Construções, Unipessoal Lda”, com objecto de construção e remodelação de edifícios; revestimento de pavimentos e paredes; compra e venda de bens imóveis.
Já em Carnide de Cima está sediada a “Lourdes Mota, Unipessoal, Lda” destinada ao assentamento de pavimentos, enquanto em Carnide de Baixo surge a “Lago d’Afectos, Lda” com várias actividades, entre as quais a construção civil e obras públicas; intermediação imobiliária; exploração e produção agrícola e animal; serviços de alojamento local de turismo rural e outros estabelecimentos hoteleiros; campos de férias; exploração de bares e restauração; e, design de interiores. Em Vale da Cruz (Carnide) está sediada a “Criopiso, Lda”, com objecto de execução de pavimentos em betão; comércio, importação e exportação de materiais de construção.
Com sede na Torneira (Louriçal) foi constituída a “Isabel Rainho Unipessoal, Lda” destinada ao comércio a retalho em mercearia de produtos alimentares, bebidas, produtos agrícolas, utensílios domésticos, ferragens, vestuário, retrosaria, calçado, gás e rações para animais.
Com actividade de transporte de passageiros em táxi e serviços relacionados, foi constituída a “Carlos M. P. Santos, Unipessoal, Lda”, com sede nos Crespos (Pombal). Por sua vez, “Mirante da Gaivota, Lda” é a empresa com sede na Quinta da Gramela (Pombal) destinada a actividades de restauração e similares; exploração de lar de idosos, centro de dia, centro de noite e apoio domiciliário.
Com sede na cidade de Pombal foram constituídas as empresas “Poeira de Sabores, Lda”, destinada a restaurantes e bares; a “Severino Andrade Unipessoal, Lda”, com objecto de importação, exportação e comércio por grosso e retalho de vestuário, calçado, têxteis, acessórios de moda, bijutaria, malas, artigos de viagem, de marroquinaria, produtos de beleza e naturais, perfumaria; comércio de electrodomésticos; transportes rodoviários de mercadorias.
Foram constituídas, ainda, as empresas sediadas na cidade: “Mediação Fernandes, Lda”, destinada a consultoria, mediação e angariação de seguros e mediação imobiliária; a “Panóplia d’Inspirações Unipessoal, Lda”, destinada à área da restauração; a “Solsimbólico Unipessoal, Lda” para exploração turística em espaço rural; gestão de património; importação e exportação de bens móveis; produção agrícola e comercialização de produtos ou bens alimentares; a “Cordeiro Agostinho Unipessoal, Lda” destinada a instituto de beleza, estética e cabeleireiro; e a “Átomos de Frescura Unipessoal, Lda”, com objecto de valorização de resíduos não metálicos e metálicos; desmantelamento de equipamentos e bens em fim de vida; tratamento e eliminação de resíduos perigosos e não perigosos; tratamento e eliminação de resíduos inertes; consultoria em ambiente.

Partilhar
Artigo anteriorTertúlia promove reflexão sobre desafios e oportunidades na área desportiva
Próximo artigoMuseu Municipal é embaixador do projecto “Museus pelo Mundo”
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.