Condutora morre carbonizada em colisão com pesado

0
5800

Uma mulher de 69 anos morreu na manhã desta quinta-feira, 29 de Março, após o automóvel que conduzia ter chocado violentamente contra um pesado de mercadorias. O acidente ocorreu, por cerca das 11h30, no IC8, na ponte sobre a Ribeira de Carnide, na localidade de São João da Ribeira, na freguesia de Almagreira.
Quando os bombeiros chegaram ao local depararam-se com o automóvel “completamente tomado pelas chamas” não tendo sido possível prestar qualquer socorro à vítima, única ocupante do veículo, informou Paulo Albano, comandante dos Bombeiros Voluntários de Pombal, acrescentando que os operacionais se limitaram a extinguir o incêndio.
Mesmo assim, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) accionou para o local uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER), cujo médico confirmou o óbito da vítima, única ocupante do automóvel. Já o condutor do veículo pesado, “saiu ileso” da colisão, de acordo com o comandante dos bombeiros.
A circulação rodoviária naquele troco do IC8 foi interrompida durante várias horas, para facilitar as operações, tendo os bombeiros recorrido a material de desencarceramento para retirar o cadáver carbonizado da vítima dos escombros do veículo, o que só veio a acontecer cerca de três horas depois, devido à complexidade da operação.
Só a meio da tarde, o trânsito foi reaberto numa das vias da estrada, enquanto decorria, ainda, os trabalhos de limpeza e verificação do estado do pavimento.
No local estive mais de dezena e meia de operacionais dos Bombeiros Voluntários de Pombal, INEM, GNR e empresa concessionária da estrada. As causas do acidente, bem como as circunstâncias em que ocorreu, estão a ser apuradas pelo Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação da GNR.

Partilhar
Artigo anteriorThe Year: “descobrimos a nossa identidade”
Próximo artigoJovem de 19 anos morre em colisão no IC8
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.