Clube de Ténis quer “prevenir comportamentos de risco” com projecto inédito

0
1686

O Clube de Ténis de Pombal lançou-se ao desafio e, através da cooperação com o “principal parceiro”, a Câmara Municipal de Pombal, assinou três protocolos que pretendem aproximar, ainda mais, a praticar de desporto aos pombalenses.


Um dos protocolos “traduz uma vez mais o sentido de missão, colaboração e cooperação mutua e continua entre o clube e a autarquia, unidos por um objectivo comum: dar todas as condições para que todos possam praticar desporto de forma sistemática, com acesso fácil e custos ajustados à realidade local”, anunciou Diogo Brilhante, secretário da direcção, desta forma esta modalidade “pode ser praticada sem custos por todos os residentes no concelho de Pombal”, durante “o período de vigência deste protocolo”.
Apesar das condições de excelência que o clube apresenta, “não possuímos ainda campos cobertos, o que contínua a condicionar a organização de provas oficias e originou, no ano transacto o cancelamento de cinco provas inscritas no calendário oficial e a perturbação do normal funcionamento da escola de ténis”, desta forma e para suprimir esta necessidade o Clube assinou um protocolo que vai permitir a utilização das infra-estruturas do Agrupamento de Escolas de Pombal, e que vem “dar resposta a esta problemática com a eficiência possível a algo que sempre se constituiu como um enorme entrave ao crescimento do Clube”, num compromisso tripartido entre o Clube de Ténis, a autarquia e o Agrupamento e “que traduz na nossa opinião algo fundamental: cooperação institucional, com o propósito de melhor servir a comunidade”, continuou Diogo Brilhante.
Mas o momento ficou marcado pela apresentação de um “projecto que muito nos é querido: o Ténis Social Solidário”, que tem dois principais objectivos: “prevenir comportamentos de risco, promovendo uma ocupação saudável dos tempos livres, aliada à prática desportiva regular, e em segundo lugar promover a inclusão social e escolar das crianças através da transmissão de valores intrínsecos ao ténis”, assim “às crianças seleccionadas ser-lhe-á atribuído um lanche nos dias de treino, no clube, receberam equipamentos adequados à pratica desportiva do ténis e terão acompanhamento psicopedagógico por parte dos serviços de acção social da autarquia”.
O presidente da Câmara Municipal, Diogo Mateus, mostrou-se confiante “nos bons resultados que vamos obter” e mostrou que “com um valor quase inexpressivo” é possível desenvolver grandes projectos, onde a “articulação entre as mais variadas entidades é muito importante”. O autarca não tem dúvidas e acredita “que este será um formato que rapidamente se estenderá a outras modalidades e pelouros”.

Partilhar
Artigo anteriorAutarcas promovem marcha lenta no IC2 na segunda-feira
Próximo artigoAprenda a fazer cartonagem passo a passo
Nasceu em 1985, estudou Comunicação Social na Escola Superior de Educação de Coimbra e participou num curso de formação em Jornalismo e Crítica Musical. Passa os dias a ouvir música, adora assistir a concertos e sonha viajar pelo mundo com uma mochila às costas.