Backline Music Store está de regresso

0
789

Imagine um local onde se ‘respira’ música, onde cada pormenor foi cuidadosamente pensado para que quem ali entra sinta que nada foi deixado ao acaso. Para muitos o nome não é inteiramente desconhecido, uma vez que a Backline Music Store está de regresso à cidade de Pombal, desta vez com algumas novidades que marcam uma viragem neste projecto lançado, pela primeira vez, em 2012, junto ao Centro de Saúde de Pombal. A partir de agora, pode encontrar a loja na Rua de Albergaria dos Doze, a escassos metros do parque de estacionamento do Largo de São Sebastião.
Para quem ali passa, as guitarras clássicas penduradas nas paredes da Backline Music Store saltam à vista. São elas que prendem a atenção, mas o espaço comercializa todo o tipo de instrumentos musicais, agora com uma forte aposta em três marcas: a Pablo Romero, a Smart e a Pro Star, às quais se junta a Rolland, a conceituada marca de teclados.
À reconhecida qualidade daquelas marcas soma-se a possibilidade de adquirir artigos “com entradas de linha até 500 euros”, explica João Oliveira, rosto da Backline. Aliás, o jovem não tem dúvidas de que foi a ausência de produtos a preços ajustados ao mercado de Pombal que ditou o encerramento da primeira loja, que acabou por se mudar para as instalações da Tecnimúsica, empresa da qual a família é proprietária e com sede na Zona Industrial da Formiga. Um factor que João Oliveira quer agora contornar, com uma oferta que permite a qualquer cliente, dos profissionais aos principiantes, adquirir instrumentos ou acessórios musicais ajustados às suas necessidades, e sem precisarem de se deslocar a outras cidades. No caso das guitarras clássicas há, por exemplo, preços a partir dos 80/100 euros. “É uma loja adequada ao nosso mercado”, explica o empresário. A partir de Janeiro, João Oliveira espera ter muitas novidades, além de uma oferta mais diversificada na loja. Aos sábados, uma vez por mês, haverá um showcase, inicialmente com músicos de Pombal mas, com o decorrer do tempo, o objectivo é trazer também artistas de fora. Para isso, será também criado um canal do youtube para quem queira assistir às actuações.
Outra das apostas passa pela assistência pós-venda, uma área onde João Oliveira quer marcar a diferença, bem como pela criação de uma loja online. Até lá, os clientes podem acompanhar as novidades nas redes sociais.
Além de Pombal, a Backline Music Store tem presença na cidade de Maputo (Moçambique) há alguns anos, sendo a única loja do género naquele país.

Pormenores decorativos
Apesar de ter sido remodelada num curto espaço de tempo, a loja está cheia de pormenores decorativos, da responsabilidade do próprio João Oliveira, que não passam despercebidos a quem gosta de música. Os mais atentos aperceber-se-ão, por exemplo, que para os candeeiros foram usados pratos de bateria e que os suportes para as guitarras são em cortiça. Já uma das paredes é ilustrada com a imagem do Marquês de Pombal, desenhada pela Tribos Urbanas.