Adérito Araújo lidera consórcio europeu para a matemática na indústria

0
356

O pombalense Adérito Araújo, docente e investigador do departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), é o primeiro português a liderar o “European Consortium for Mathematics in Industry” (ECMI), um consórcio de empresas e instituições académicas que visa promover e apoiar o uso da modelação, simulação e optimização matemáticas no tecido empresarial europeu.
O anúncio foi feito pela Universidade de Coimbra, referindo que o ECMI, fundado em 1987, “tem contribuído decisivamente para fortalecer a matemática industrial na Europa, através de várias iniciativas, tanto no campo da investigação, como no ensino ou na transferência de tecnologia, facilitando o acesso das empresas ao conhecimento e ao ‘know-how’ existente na academia.”
Com um mandato de dois anos (2018/2019), Adérito Araújo afirma que, “considerando os três vectores de actuação do ECMI (investigação, transferência de tecnologia e ensino), o objectivo principal do meu mandato consiste em realizar actividades que visem o desenvolvimento da matemática industrial, nomeadamente, promover e facilitar as relações estratégicas entre os investigadores da área, promover a participação de matemáticos em projectos estratégicos em colaboração com a indústria, bem como aumentar a confiança e o interesse da indústria na comunidade matemática, por exemplo, com o reforço dos chamados ‘European Study Groups with Industry’”.
Citado numa nota da Universidade de Coimbra, Adérito Araújo encara a sua eleição como “o reconhecimento pelo trabalho que, nos últimos anos, tem vindo a ser desenvolvido no âmbito da matemática industrial em Portugal” e frisa que o facto de um português assumir a presidência do ECMI “constitui uma oportunidade, não só para que a comunidade matemática nacional se possa afirmar como protagonista no processo de desenvolvimento da matemática industrial a nível europeu, mas também para colocar a Universidade de Coimbra e o país mais próximo dos centros de decisão das políticas europeias relacionadas com a investigação e transferência de tecnologia nesta área científica”.
Na sua opinião, a matemática industrial “desempenha um papel fundamental no estímulo do crescimento económico da Europa. O constante desenvolvimento tecnológico e os ciclos de inovação cada vez mais frequentes exigem respostas simples e eficazes para problemas complexos enfrentados pelo mundo empresarial. Neste contexto a matemática assume particular relevância”.

Partilhar
Artigo anteriorRota dos Presépios para ver até Dia de Reis
Próximo artigoMunicípio comparticipa novo veículo para os bombeiros
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.