Acidente com tractor mata homem no Casal da Rola

0
11024

Um homem de 60 anos de idade morreu na tarde deste sábado, vítima de um acidente com um tractor no Casal da Rola, freguesia do Louriçal. À chegada dos meios de socorro a vítima estava encarcerada debaixo do veículo e não apresentava sinais vitais.
O trágico acidente ocorreu por cerca das 16 horas, quando António “Pataco” se encontrava na companhia de um familiar a cortar pinheiros numa zona de pinhal. Por razões desconhecidas, o tractor conduzido pela vítima capotou tendo provocado ferimentos fatais na vítima. Quando os bombeiros voluntários chegaram ao local depararam-se com a vítima encarcerada debaixo do veículo agrícola, numa zona de declive acentuado e de difícil acesso. Uma situação que dificultou a utilização do equipamento de desencarceramento, tendo o corpo sido retirado dos escombros do veículo com a ajuda de uma máquina retroescavadora.
O óbito viria a ser declarado no local pela médica da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER), afecta ao Hospital Distrital da Figueira da Foz, do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), que accionou, ainda, a ambulância Suporte Imediato de Vida (SIV), afecta ao Hospital Distrital de Pombal. O cadáver foi transportado, pelos bombeiros de Pombal, para o Gabinete Médico-Forense de Coimbra.
Segundo José Manuel Marques, presidente da Junta de Freguesia do Louriçal, a vítima, António “Pataco”, era uma pessoa “muito activa e conhecida” na zona, tendo a notícia da sua morte deixado “todos em estado de choque”. O autarca salienta que se tratava de uma pessoa com uma “experiência brutal” nos trabalhos agrícolas florestais, actividade a que sempre se dedicou, prestando serviços a quem solicitava.

Partilhar
Artigo anteriorMunicípio paga reintegração a Fernando Parreira
Próximo artigoRENDALÍSSIMA | Beleza sem idade
Ingressou no jornalismo, em 1989, como colaborador no extinto “Pombal Oeste” que foi pioneiro na modernização tecnológica. Em 1992 foi convidado a integrar a redacção de “O Correio de Pombal”, onde permaneceu até 2001, quando suspendeu a profissão para ser Director de Comunicação e Marketing de um grupo empresarial de dimensão ibérica. Em 2005 regressou ao jornalismo, onde continua, até aos dias de hoje, a aprender. Ao longo destes (largos) anos de actividade, atestados pelo Carteira Profissional obtida em 1996, passou por vários jornais, uns de âmbito regional e outros nacional, onde se inclui o “Jornal de Notícias” e “Público”. Foi convidado a colaborar, de forma regular, com o “Pombal Jornal” onde se produz conteúdos das pessoas para as pessoas.